Início / TEMAS DOS 10 DIAS DE ORAÇÃO / Tema 04: Enoque – Comunhão e Serviço Individual – 17/02/2019

Tema 04: Enoque – Comunhão e Serviço Individual – 17/02/2019

image_pdfFazer Downloadimage_printImprimir

 



■ AMOR NA VIDA DIÁRIA

Enoque andou com Deus. Ele honrou a Deus em todos os passos da vida. Em seu lar e nos negócios sempre inquiria: “Será isto aceitável ao Senhor?” E por se lembrar sempre de Deus e seguir Seus conselhos, foi transformado em caráter, e se tornou um santo homem, cujos caminhos agradavam ao Senhor. Somos exortados a acrescentar à piedade amor fraternal. […] Em muitos de nossos lares é manifestado um espírito severo, combativo. Palavras de crítica e ações indelicadas são desagradáveis a Deus. Ordens ditatoriais e maneiras arrogantes, autoritárias, não agradam ao Céu. A razão por que há tantas divergências entre os irmãos é terem deixado de acrescentar o amor fraternal. Devemos ter para com os outros aquele amor que Cristo tem manifestado por nós (E Recebereis Poder, p. 97).

■ ENSINADORES DA VERDADE

Enoque foi um ensinador público da verdade na época em que viveu. Ele ensinava a verdade; vivia a verdade; e o caráter do ensinador que andava com Deus era, em todos os aspectos, harmonioso com a grandeza e santidade de sua missão. Enoque era um profeta que falava movido pelo Espírito Santo. […]

Enoque não somente meditava e orava e se revestia com a armadura da vigilância, mas retiravase de suas petições a Deus para pleitear com seus semelhantes. Ele não disfarçou a verdade para achar favor entre os descrentes, negligenciando assim suas almas. Esta íntima ligação com Deus deu-lhe coragem para realizar as obras de Deus. Enoque andou com Deus e “teve o testemunho de que suas obras agradavam a Deus” (Hb 11:5).

Este é o privilégio de todo crente hoje. É Deus habitando com o homem, e Deus fazendo Sua morada no homem. “Eu neles, e Tu em Mim” (Jo 17:23), disse Jesus. Caminhar com Deus e ter o testemunho de que suas obras O agradam é uma experiência que não deve se restringir a Enoque, a Elias, aos patriarcas, aos profetas, aos apóstolos e aos mártires. Não é somente o privilégio, mas o dever de todo seguidor de Cristo ter Jesus entesourado no coração para levá-Lo consigo em sua vida; e eles serão verdadeiramente árvores que produzem frutos (Olhando Para o Alto, p. 222).

■ LUZ DO MUNDO

Devemos conservar o Senhor sempre diante de nós. Os que fazem isso andam com Deus, como fez Enoque, e imperceptivelmente para eles, tornam-se um com o Pai e o Filho. Realiza-se dia a dia na mente e no coração uma mudança, e as inclinações naturais e os caminhos naturais são moldados segundo o caminho e o Espírito de Deus. Eles crescem em conhecimento espiritual, e vão se desenvolvendo até à estatura completa de homens e mulheres em Cristo Jesus. Refletem para o mundo o caráter de Cristo e, permanecendo Nele e Ele neles, cumprem a missão para que foram chamados a ser filhos de Deus – tornam-se a luz do mundo, uma cidade edificada sobre um monte, que se não pode ocultar. […] Os que foram iluminados de cima, irradiam os brilhantes raios do Sol da Justiça (Filhos e Filhas de Deus, p. 296).

■ VIDA DE ORAÇÃO

Ore em seu aposento particular. Durante os seus afazeres diários, deixe que o coração se eleve a Deus. Era assim que Enoque andava com Deus. […]

Não há tempo nem lugares impróprios para apresentar uma petição a Deus. Nada há que possa nos impedir de elevar o coração no espírito de uma oração sincera. Na rua, em meio à multidão, numa reunião de negócios, podemos elevar uma prece a Deus pedindo orientação divina, assim como fez Neemias ao apresentar sua solicitação perante o rei Artaxerxes. Um ambiente adequado à comunhão pode ser encontrado onde quer que estejamos. Devemos manter continuamente aberta a porta de nosso coração e pedir que Jesus venha habitá-lo como nosso hóspede celestial (Caminho a Cristo, p. 97, 98).

■ COMUNHÃO E ORAÇÃO

Em meio de uma vida de trabalhos ativos, Enoque perseverantemente manteve comunhão com Deus. Quanto maiores e mais insistentes eram seus trabalhos, mais constantes e fervorosas eram suas orações. Ele continuava a segregar-se, em certos períodos, de toda a sociedade. Depois de permanecer por algum tempo entre o povo, trabalhando para os beneficiar pela instrução e exemplo, retirava-se para passar algum tempo em solidão, tendo fome e sede daquele conhecimento divino que somente Deus pode comunicar. Tendo dessa maneira comunhão com Deus, Enoque vinha a refletir cada vez mais a imagem divina. Seu rosto estava radiante de uma santa luz, da própria luz que resplandece no semblante de Jesus. Saindo ele dessas comunhões divinas, mesmo os ímpios contemplavam com admiração a impressão celestial em seu rosto (Patriarcas e Profetas, p. 86, 87).

■ FIDELIDADE NOS DEVERES DIÁRIOS

O andar de Enoque com Deus não foi em arrebatamento de sentidos ou visão, mas em todos os deveres da vida diária. Não se tornou um eremita, excluindo-se inteiramente do mundo; pois tinha uma obra a fazer para Deus no mundo. Na família e em suas relações com os homens, como esposo e como pai, como amigo, cidadão, foi ele um servo do Senhor, constante, inabalável (Patriarcas e Profetas, p. 85).

SERVIÇO DE DEUS

A pessoa que verdadeiramente ama e teme a Deus, esforçando-se com um só propósito por fazer a Sua vontade, colocará corpo, mente, coração, alma e forças a serviço de Deus. Assim foi com Enoque. Ele andou com Deus. Sua mente não foi poluída por uma visão impura e defeituosa. Aqueles que estão decididos a tornar sua a vontade de Deus devem servir e agradar a Deus em tudo. Então o caráter será harmonioso e equilibrado, coerente, alegre e genuíno (Cristo Triunfante, p. 65).

FÉ SÓLIDA, VIVA E ATUANTE

Assim como Enoque, somos chamados a possuir uma fé sólida, viva e atuante; é a única maneira pela qual podemos ser colaboradores de Deus (Cristo Triunfante, p. 381).

AMPARADOS COMO ENOQUE

Enoque representa os que ficarão sobre a Terra e serão trasladados sem experimentar a morte. Representa o grupo que deverá viver entre os perigos dos últimos dias, aqueles que serão rodeados de toda corrupção, vileza, pecado e iniquidade, mas ainda assim se manterão imaculados. Podemos proceder como Enoque. […] Anjos de Deus, excelentes em poder, são enviados para ministrar aos herdeiros da salvação. Esses anjos, ao perceberem que estamos fazendo o último esforço possível para sermos vencedores, realizarão a sua parte, e sua luz brilhará em torno de nós, dissipando a influência dos anjos maus que nos rodeiam. Criarão uma fortificação semelhante a muros de fogo à nossa volta (A Verdade Sobre os Anjos, p. 68, 69).

MOTIVO DE ORAÇÃO

*1. Meu testemunho pessoal no local de trabalho ou estudo.*

*2. Uma pessoa específica com quem estou estudando a Bíblia, ou quero estudar, para que se decida pelo batismo.*

*#PrimeiroDeus – #rpsp Números 11 / Atos dos Apóstolos, cap. 11 e 12.



sobre Baixoguandu

O Portal Adventista de Baixo Guandu/ES, no dia 18 de Setembro 2014 foi criado com o objetivo de abranger todos os conteúdos da IASD. Informações a todos as programações, materiais e outros conteúdos; Dando-lhe a oportunidade a todos terem acesso pela via online através da internet. Direção: Thiago A. de Oliveira - Baixo Guandu/ES.

Além disso, verifique

Noticias Adventistas: ADRA continua a fornecer assistência em Moçambique, Malawi e Zimbábue – 25/03/2019

Fazer DownloadImprimir  Tão rapidamente quanto veio, o Ciclone Idai passou por Moçambique, Malawi e Zimbábue …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Portal Adventista de Baixo Guandu/ES

Seja Bem-Vindo (a), conheça os conteúdos da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

× Fale Conosco!!