A solteirice é uma maldição?

Uma reflexão para pessoas solteiras sobre a importância de entender e respeitar o processo de espera. O dilema de quando você namora ou quando você se casa surge durante a espera em Deus por um companheiro para a vida.

Olá, queridos! Há alguns meses abri um novo perfil no Instagram chamado @amoren.idiomas, que tem a finalidade de ajudar jovens solteiros a esperar em Deus por um companheiro ou companheira para a vida, e aos casados a enfrentar os desafios do dia a dia juntamente com Seu fortalecimento.

Apesar de o perfil ter pouco tempo, tenho recebido mensagens de solteiros e casados em busca de conselhos. Meus conselhos são baseados na Bíblia e na ajuda de vários anos lendo livros sobre relacionamentos de casal e de participação em seminários. Contudo, algumas mensagens me chamaram a atenção, principalmente de moças solteiras. Pode parecer que são poucas as que esperam por um companheiro para a vida, em meio a um mundo onde ser virgem ou casto aos 18 anos é coisa de bobo, ideia antiga ou até mesmo leva a sofrer bullying.

Estas jovens sofrem uma pressão da sociedade, inclusive de alguns membros de suas igrejas, com perguntas como: “Você já tem namorado? Quando você vai se casar? Você vai ficar para titia!”; etc. É claro que nossas jovens solteiras não são de ferro para não derramar lágrimas em sua solidão, porque se sentem pressionadas e até “abandonadas” por Deus. Elas se tornam vítimas de padrões impostos, que sob pressão podem levá-las a desenvolver alguns problemas emocionais.

No entanto, muitas delas desejam em seus corações formar um lar, pois isso está em nosso DNA. Fomos criados pelo Deus dos céus que nos fez à Sua semelhança e não à Sua natureza. Foi o Altíssimo que estabeleceu em nossos corações o desejo de amar outro ser humano e procriar. É natural que isso exista em nossos sonhos. O fato é que muitos cristãos não aprenderam a respeitar os tempos de Deus e o de nossos jovens solteiros, por isso os pressionam.

Nesse dilema de quando você namora ou quando se casa é que surgem perguntas nas mentes de moças que preferem esperar em Deus por um companheiro para a vida. Perguntas como: “Por que Deus demora a responder minha oração por um cônjuge? Devo continuar orando? Deus Se esqueceu de mim? Ficarei solteira por toda a vida?” Se você é uma dessas jovens, os próximos parágrafos são especialmente para você.

A espera vale a pena

Linda mulher, você é como uma barra de ouro no meio de milhões de pedras comuns que não entendem por que você continua brilhando, já que para elas você deveria ser como mais uma do grupo. O mundo cruel colocou um fardo em você que sei que, às vezes, é tão difícil carregar em seus ombros que você está prestes a desistir. Mas não faça isso, por favor. Não perca o brilho que o Criador do universo lhe deu. Ninguém, além dEle, entende seus sentimentos, vê suas lágrimas, sua ansiedade, sua frustração, sua dor.

A Palavra de Deus, no Salmo 25:3, a lembra: “Na verdade, dos que em ti esperam, ninguém será envergonhado; envergonhados serão os que, sem motivo, procedem traiçoeiramente” (NAA). E acredite em mim: esta promessa é real. Você pode estar se perguntando: “Mas por que Deus ainda não respondeu minha oração? Já tenho tempo orando a Deus por um esposo e nada acontece”. Entendo seu desânimo, até mesmo sua solidão, provavelmente seu desespero ao ver que seus amigos estão em um relacionamento e você ainda está sozinha.

Quando você não quer mais a vida de solteira, você está em seu deserto. E assim como Deus estava com o povo de Israel caminhando 40 anos em um deserto literal, Deus também está com você em seu deserto espiritual. Sendo sua proteção dia e noite, porque você espera nEle. Nesse deserto, Deus permite que você passe por circunstâncias difíceis, como a solidão, e é nessa prova que Deus quer ensiná-la a desfrutar de Sua companhia, de Sua presença.

Querida, o casamento não vai curar sua solidão. Você já percebeu que pode estar cercada de pessoas e ainda se sentir solitária? A mesma coisa acontece no casamento. Se você não aprendeu a desfrutar da companhia de Deus, seu cônjuge não será capaz de preencher o vazio que seu coração clama. Talvez você não esteja precisando de um namorado agora, mas esteja precisando, sim, de Jesus Cristo, que a ama e valoriza mais do que qualquer um nesta Terra. Por isso, espere no Senhor. Não entregue sua essência, seu interior, a quem não a merece em troca de preencher seu vazio, porque, se fizer isso, você apagará seu brilho. E isso não se chama amor, se chama paixão. Está em suas mãos decidir como você quer viver, como quer ser lembrada. Sua salvação está em jogo.

A resposta

Tenho uma boa notícia para você. O deserto não é para sempre. Mas enquanto está nele, você pode fazê-lo florescer. Nesse lugar, você está aprendendo lições que a ajudarão a lidar com a vida de casal, porque é fácil se casar; o difícil é permanecer casado; e Deus quer dar a você uma família, um lar feliz, não um relacionamento de alguns meses ou alguns anos e, de repente, o divórcio. Deus quer que você seja feliz e viva em plenitude. Deus quer famílias em Seu reino.

Em resumo, se você analisar bem o assunto, a solteirice não é uma maldição; é uma enorme bênção que Deus lhe dá para florescer, para crescer em todos os aspectos da vida. É a etapa que a preparará para o casamento. E se você quer se casar, é porque Deus colocou esse desejo em seu coração. E se você esperar com fé, não vai se decepcionar. Chegará o momento em que você dirá: a espera valeu a pena, e como foi curta. E enquanto você ainda está solteira, concentre-se nas bênçãos que Deus lhe dá. Esse ato a ajudará a viver com gratidão e aproveitar esta fase da vida. Envolva-se em ações sociais em favor dos outros. Isso a ajudará a se sentir feliz e completa.

A famosa escritora e oradora Helen Keller escreveu certa vez: “Quando uma porta de felicidade se fecha, outra se abre, mas muitas vezes olhamos tanto tempo para a porta fechada que não vemos a que foi aberta para nós.”

C. S. Lewis também escreveu: “Deus nos permite experimentar os pontos baixos da vida para nos ensinar lições que não poderíamos aprender de outra forma.”

Lembre-se: sua espera não será em vão.

Facebook Comments Box

sobre Portal Adventista Baixo Guandu

Avatar
"É um grande privilégio de elaboração do site PORTAL ADVENTISTA DE BAIXO GUANDU/ES, no dia 18 de Setembro 2014 para a divulgação aqui na cidade local, regional e em todos os Países. Nosso Objetivo é divulgarmos os programas, materiais entre outros que se realizam na Igreja Adventista do Sétimo Dia, em prol do Evangelho Eterno, assim diz o Senhor: “ Breve Jesus Cristo Voltará” Apocalipse 22:1-21. Portanto não será então em benefício próprio, sim a necessidade desse divulgação nessa cidade que todos se entregam sua vida a Jesus Cristo, nosso Salvador. Att: Thiago Amaral de Oliveira - Baixo Guandu/ES."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × três =

×

Sejam Bem-Vindos!

Sejam Bem Vindos ao Nosso Portal Adventista de Baixo Guandu/ES. Estamos a Disposição 24 Horas.

× Fale Conosco 24 horas!