Crenças fundamentais dos adventistas: a Divindade

A crença em Deus pode estar baseada em diversos fatores, mas Ele se apresenta especialmente de duas maneiras.

Olá amigos. Hoje vamos considerar uma profunda indagação: “Quem é Deus?”

Para aqueles que confiam apenas na sabedoria humana, Deus é um mistério – simplesmente uma ideia contra a qual eles argumentam. No entanto, Deus, em Seu amor e compaixão, graciosamente Se revela àqueles que, através dos olhos da fé, estão dispostos a ver.

Deus Se revela de duas principais maneiras

Existem duas maneiras principais pelas quais Deus Se revela. A primeira é por meio da Criação. No Salmo 19:1-3, Davi declara: “Os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras das suas mãos. Um dia discursa a outro dia, e uma noite revela conhecimento a outra noite. Não há linguagem, nem há palavras, e deles não se ouve nenhum som.”

Para aqueles que estão dispostos a ver, a mão do Criador é visível em toda a natureza – desde as estrelas nos céus, até as criaturas do mar mais profundo, Seu projeto incrível pode ser visto claramente.

A segunda maneira pela qual Ele Se revela é através das Escrituras, e é por meio das Escrituras que a suprema revelação de Deus é vista na vida e morte de Jesus Cristo. Através de Jesus podemos conhecer o Pai. Nós lemos em 1 João 5:20 diz: “Também sabemos que o Filho de Deus é vindo e nos tem dado entendimento para reconhecermos o verdadeiro;” Ainda: “E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste” (João 17:3).

Conhecendo a Deus por meio da Bíblia

Quando buscamos conhecer Deus a partir da Bíblia, não podemos nos colocar acima de Deus e tratá-Lo como um objeto a ser estudado, analisado e quantificado. Devemos nos submeter à autoridade de Sua autorrevelação – a Bíblia. E a Bíblia é seu próprio intérprete, quando comparamos Escritura com Escritura.

É importante ter em mente que a Bíblia não prova a existência de Deus – ela a assume, como indicado em sua abertura: “No princípio, criou Deus os céus e a terra” (Gênesis 1:1).

Uma das maneiras pelas quais a Bíblia revela Deus é por meio de Seus nomes registrados ali. “…santo e tremendo é o seu nome”, nós lemos no Salmo 111:9. No Antigo Testamento, escrito em hebraico, lemos muitos nomes que nos ajudam a entender quem Ele é. El e Elohim, significam “Deus” e revelam Seu poder divino. El Elyon significa “Deus Altíssimo”, e Adonai quer dizer “Senhor” ou “Mestre”. O nome El Shaddai significa “Deus Todo-Poderoso” e o nome Yahweh enfatiza a natureza auto-existente de Deus e Sua fidelidade. No Novo Testamento, Jesus usa o nome de Pai para nos levar a um relacionamento mais íntimo e pessoal com Deus.

As atividades de Deus nos mostram quem Ele é

As atividades de Deus nos dão um vislumbre de quem Ele é. Hebreus 1:3 mostra Jesus “sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder.” Em muitas passagens, nós O vemos como Redentor. Isaías 46:11 e Jeremias 29:11 nos lembra de que Deus faz planos. De acordo com Isaías 46:10, Ele declara o fim desde o princípio. Ele abençoa Seu povo e Deuteronômio 15:6 revela que Ele é fiel para perdoar nossos pecados se confessarmos a Ele, como prometido em 1 João 1:9.

Talvez um dos textos mais reveladores das Escrituras esteja em Êxodo 34:6-7: “SENHOR, SENHOR Deus compassivo, clemente e longânimo e grande em misericórdia e fidelidade; que guarda a misericórdia em mil gerações, que perdoa a iniqüidade, a transgressão e o pecado, ainda que não inocenta o culpado…” Na verdade, Deus é um Deus de misericórdia e justiça.

Deus é auto-existente, pois Ele tem “vida em si mesmo”, como lemos em João 5:26. Ele é Todo-poderoso e onisciente, conhecendo o fim desde o princípio como o “Alfa e Ômega”, registrado em Apocalipse 1:8.

Deus é onipresente, transcendendo espaço e tempo, e ainda assim Ele está totalmente presente em todos os lugares e em todos os momentos, como indicado no Salmo 139:7 e em Hebreus 4:13.

Deus é Todo-poderoso, e nada é impossível para Ele. Ele é imutável e perfeito. “Porque eu, o SENHOR, não mudo”, Ele diz em Malaquias 3:6.

As Escrituras revelam que, conquanto haja um só Deus, existe uma pluralidade dentro da Divindade. De fato, nossa segunda Crença Fundamental Adventista do Sétimo Dia declara:

“Há um só Deus: Pai, Filho e Espírito Santo, uma unidade de três Pessoas coeternas. Deus é imortal, onipotente, onisciente, acima de tudo e sempre presente. Ele é infinito e está além da compreensão humana, mas é conhecido por meio de sua autorrevelação. Deus, que é amor, para sempre é digno de culto, adoração e serviço por parte de toda a criação.” (adventistas.org/pt/institucional/crencas).

Vamos dar uma breve olhada no que as Escrituras dizem sobre a Divindade. No livro de Gênesis, ouvimos Deus referindo-se a Si mesmo no plural várias vezes. Em Gênesis 1:26 Deus declara: “Façamos o homem à nossa imagem.” Em Gênesis 3:22 Ele diz: “Eis que o homem se tornou como um de nós, conhecedor do bem e do mal. . .” E em Gênesis 11:7 ouvimos Deus dizendo: “Vinde, desçamos”.

Algumas referências se referem especificamente ao Espírito Santo, como na história da Criação, onde lemos em Gênesis 1:2: “o Espírito de Deus pairava por sobre as águas.” E em Isaías 48:16 vemos as três pessoas da Divindade, onde lemos: Agora, o SENHOR Deus (o Pai) me enviou a mim (o Filho de Deus) e o seu Espírito (o Espírito Santo).”

A Encarnação de Jesus Cristo é um belo exemplo de como os três membros da Divindade trabalham juntos – O Pai deu Seu Filho (João 3:16); Cristo deu a Si mesmo (Gl 1:4), e o Espírito deu à luz a Jesus (Mateus 1:18, 20).

Divindade presente no batismo de Jesus

Cada membro da Divindade estava presente no batismo de Jesus, com o Pai declarando: “Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.” (Mateus 3:17). Cristo deu a Si mesmo para ser batizado como nosso exemplo (Mateus 3:13-15). E o Espírito capacitou o Filho quando Ele desceu sobre Ele na forma de uma pomba (Lucas 3:21, 22).

Pouco antes de Sua morte, Jesus prometeu enviar o Espírito Santo como o Consolador (João 14:16). Além disso, Ele ordenou que Sua igreja batizasse “em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;” (Mateus 28:19).

Hoje, o Pai e o Filho nos alcançam por meio do Espírito Santo. Jesus disse: “Quando, porém, vier o Consolador, que eu vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da verdade, que dele procede, esse dará testemunho de mim; (João 15:26). Em 2 Coríntios 13:13, temos a linda bênção: “A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós.”

Vocês sabem, amigos, a água é uma substância interessante – ela pode cair em cascatas de cachoeiras, enchendo lagos e rios que deságuam no mar poderoso. Pode ser congelada, transformando-se em gelo que cobre os pólos da Terra, e pode subir como um vapor — gelado ou quente. Três formas – líquida, sólida e vapor – e, no entanto, todas são uma substância, a água.

Talvez Deus seja um pouco assim – nós não podemos especificamente indicar como é Deus, absolutamente, claro –, mas, talvez, seja um pouco assim: Deus, mas três Pessoas distintas com características e papéis únicos – todos trabalhando juntos para salvar o maior número possível para a eternidade.

Trio Celestial cooperando com os fiéis obedientes

Ellen White diz: “Há três pessoas vivas pertencentes à trindade celeste; em nome destes três grandes – o Pai, o Filho e o Espírito Santo – os que recebem a Cristo por fé viva são batizados, e esses poderes cooperarão com os súditos obedientes do Céu em seus exercícios para viver a nova vida em Cristo.” (Evangelismo, p. 615).

Que bela promessa é esta!

Se vocês gostariam de aprender mais sobre quem é Deus, vocês vão encontrar muitos recursos valiosos em adventistas.org/pt/institucional/crencas.

Quão confortante é saber que realmente existe um Deus no céu que nos ama, que morreu por nós, que nos conforta e nos guia, e que um dia muito em breve voltará para nos levar para vivermos para sempre com Ele.

Vamos agradecê-Lo agora mesmo. Pai nosso que estás nos céus, obrigado pela maneira maravilhosa como Tu trabalhas tão de perto, com Jesus, o Filho, e o Espírito Santo, como a Divindade, três em um. Não podemos entender isso, está além de nossa compreensão, mas nós aceitamos pela fé e nós Te agradecemos por esta maravilhosa oportunidade de permitir que Tu vivas em nossos corações e nos ajudes a compartilhar com os outros a magnífica notícia de que Tu provês uma via de escape para cada um de nós, e que este maravilhoso plano de salvação foi provido pelo Pai, Filho e Espírito Santo, antes mesmo da criação deste mundo! Obrigado porque Tu és nosso Deus. Pedimos tudo isso no poderoso e maravilhoso nome de nosso Salvador, Jesus Cristo, amém.


Ted Wilson é o presidente mundial da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Facebook Comments Box

sobre Portal Adventista Baixo Guandu

Avatar
"É um grande privilégio de elaboração do site PORTAL ADVENTISTA DE BAIXO GUANDU/ES, no dia 18 de Setembro 2014 para a divulgação aqui na cidade local, regional e em todos os Países. Nosso Objetivo é divulgarmos os programas, materiais entre outros que se realizam na Igreja Adventista do Sétimo Dia, em prol do Evangelho Eterno, assim diz o Senhor: “ Breve Jesus Cristo Voltará” Apocalipse 22:1-21. Portanto não será então em benefício próprio, sim a necessidade desse divulgação nessa cidade que todos se entregam sua vida a Jesus Cristo, nosso Salvador. Att: Thiago Amaral de Oliveira - Baixo Guandu/ES."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

3 + cinco =

×

Sejam Bem-Vindos!

Sejam Bem Vindos ao Nosso Portal Adventista de Baixo Guandu/ES. Estamos a Disposição 24 Horas.

× Fale Conosco 24 horas!