Crenças fundamentais dos adventistas: Espírito Santo

Quem é o Espírito Santo? O que ele faz? Como parte da Trindade, tem um papel fundamental em sua identidade divina.

Saudações, amigos. Hoje falaremos sobre uma Pessoa muito importante que é invisível e, no entanto, muito real: Deus Espírito Santo, o terceiro membro da Divindade. Nossa quinta Crença Fundamental Adventista do Sétimo Dia explica o Espírito Santo desta forma:

“Deus, o Espírito Santo, desempenhou uma parte ativa com o Pai e o Filho na criação, encarnação e redenção. Ele é uma pessoa tanto quanto o Pai e o Filho. Inspirou os escritores das Escrituras. Encheu de poder a vida de Cristo. Atrai e convence os seres humanos; e os que se mostram sensíveis são renovados e transformados por Ele à imagem de Deus. Enviado pelo Pai e pelo Filho para estar sempre com seus filhos, Ele concede dons espirituais à igreja, a habilita a dar testemunho de Cristo e, em harmonia com as Escrituras, guia-a em toda a verdade.”

É preciso nascer de novo

Certa noite, cerca de dois mil anos atrás, Jesus disse a Nicodemos, conforme registrado em João 3:5: “Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus.” Jesus estava se referindo à necessidade do batismo pela água e pelo Espírito Santo. Explicando como o Espírito Santo opera, Ele continuou: “O vento sopra onde quer, ouves a sua voz, mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo o que é nascido do Espírito” (João 3:8).

Uma parte importante da obra do Espírito Santo é nos convencer de nossos pecados, nos levar ao arrependimento e transformar nossa vida para sermos como Jesus. Ao falar com Seus discípulos sobre o Espírito Santo, Jesus disse em João 16:8: “Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo”. Ele então continuou dizendo: “…quando vier, porém, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade”. (v. 13). Uma obra importante do Espírito Santo é nos ajudar a entender a verdade que Deus revelou na Bíblia.

Obra do Espírito Santo

Observe esta poderosa explicação da obra do Espírito Santo dada por Ellen White:

“Sua obra é definir e manter a verdade. Ele primeiro habita no coração como o Espírito da verdade, tornando-Se assim o Consolador. Há conforto e paz na verdade, mas nenhuma paz ou conforto real se pode achar na falsidade… O Espírito Santo fala à mente por meio das Escrituras e grava a verdade no coração. Assim expõe o erro, expelindo-o da alma” (E Recebereis Poder, p. 12).

Como parte integrante da Divindade, o Espírito Santo existe desde a eternidade, e a Bíblia O revela como uma pessoa, não como uma força impessoal. Ele se esforça, como lemos em Gênesis 6:3, onde o Senhor diz: “O meu Espírito não agirá para sempre no homem…” Ele ensina, como indicado em Lucas 12:12: “Porque o Espírito Santo vos ensinará, naquela mesma hora, as coisas que deveis dizer”. Ele convence, como observamos em João 16:8. Em Atos 13:2, vemos Ele dirigindo os assuntos da igreja.

Em Romanos 8:26 lemos esta bela descrição: “Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis”.

Ele inspira, como indicado em 2 Pedro 1:21: “Porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana; entretanto, homens [santos] falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo”. E Ele santifica, como 1 Pedro 1:2 se refere à “presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e a aspersão do sangue de Jesus Cristo”.

O Espírito Santo estava ativo na Criação: “e o Espírito de Deus pairava por sobre as águas” (Gênesis 1:1,2). Davi O conhecia quando clamou no Salmo 51:11: “Não me repulses da tua presença, nem me retires o teu Santo Espírito”.

Vemos o papel do Espírito Santo na encarnação de Jesus Cristo quando um anjo disse a Maria, conforme registrado em Lucas 1:35: “Descerá sobre ti o Espírito Santo, e o poder do Altíssimo te envolverá com a sua sombra; por isso, também o ente santo que há de nascer será chamado Filho de Deus”.

O próprio Jesus reconheceu a unção do Espírito Santo quando Ele leu Isaías 61:1: “O Espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque o Senhor me ungiu para pregar boas-novas aos quebrantados, enviou-me a curar os quebrantados de coração, a proclamar libertação aos cativos e a pôr em liberdade os algemados”.

Pouco antes de Sua crucifixão, Cristo assegurou a Seus discípulos: “Isto vos tenho dito, estando ainda convosco; mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito” (João 14:25 e 26).

O Pentecostes

Apenas cinquenta dias depois, a promessa de Cristo aos Seus discípulos foi cumprida, conforme registrado em Atos 2:1 a 4: “Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar; de repente, veio do céu um som, como de um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam assentados. E apareceram, distribuídas entre eles, línguas, como de fogo, e pousou uma sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo…”

Mais tarde, em Atos 10:38, ouvimos Pedro pregando à casa de Cornélio, um centurião romano, dizendo-lhes: “Como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com poder…”

Em Romanos 5:5 temos a certeza: “Ora, a esperança não confunde, porque o amor de Deus é derramado em nosso coração pelo Espírito Santo, que nos foi outorgado”.

Todos os seguidores de Cristo devem receber o batismo do Espírito Santo fazendo uma entrega total a Ele, permitindo que Ele transforme suas vidas. Essa transformação é explicada claramente em Gálatas 5, onde somos exortados no versículo 16: “Andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne”. Paulo então contrasta as obras da carne com o fruto do Espírito, que é “amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio” (v. 22).

O Espírito Santo é Deus conosco

Amigos, o Espírito Santo é realmente Deus conosco. Ele foi enviado para nos ensinar, guiar, confortar, encorajar e nos transformar. Temos o maravilhoso privilégio de aceitar este presente incrível. No entanto, a escolha é nossa. Deus nunca se imporá a ninguém. No entanto, Jesus nos advertiu sobre as consequências de resistir ao Espírito Santo. Em Mateus 12:31 e 32 nós lemos: “Por isso, vos declaro: todo pecado e blasfêmia serão perdoados aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada. Se alguém proferir alguma palavra contra o Filho do Homem, ser-lhe-á isso perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste mundo nem no porvir”.

Um pecado que não pode ser perdoado — Como pode ser isso? É pelo fato de ser por meio do Espírito Santo que Deus nos alcança, nos convence do pecado e nos transforma. Se O excluímos, escolhemos cortar a comunicação com Deus. De partir o coração, de fato, é uma situação dessas. É por isso que é tão importante atendermos ao chamado feito no Salmo 95 e repetido em Hebreus 4:7: “Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais o vosso coração”.

Amigos, convido vocês a aceitarem este maravilhoso presente hoje!

Se quiserem aprender mais sobre Deus Espírito Santo, eu os encorajo a visitarem www.adventistas.org/pt/institucional/crencas.

Vamos louvar ao Senhor por Seu maravilhoso dom do Espírito Santo enquanto oramos juntos.

Pai nosso que estás nos céus, obrigado porque Tu, o Filho e o Espírito Santo trabalham juntos de maneira tão magnífica! Obrigado por criares este mundo, obrigado por nos criares, obrigado por pensares no plano de salvação, mesmo antes da criação desta Terra, obrigado por enviares o Espírito Santo para nos convencer, para nos ensinar, para nos ajudar em nosso trabalho para Ti, capacitando-nos. Agora Senhor, Te pedimos que preenchas nossa vida com o Espírito Santo e oramos pela chuva serôdia do Espírito Santo, para que a obra de Deus se expanda rapidamente e então Jesus possa voltar. Obrigado por nos ouvires. Em nome de Jesus nós pedimos, amém.


Ted Wilson é o presidente mundial da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Facebook Comments Box

sobre Portal Adventista Baixo Guandu

Avatar
"É um grande privilégio de elaboração do site PORTAL ADVENTISTA DE BAIXO GUANDU/ES, no dia 18 de Setembro 2014 para a divulgação aqui na cidade local, regional e em todos os Países. Nosso Objetivo é divulgarmos os programas, materiais entre outros que se realizam na Igreja Adventista do Sétimo Dia, em prol do Evangelho Eterno, assim diz o Senhor: “ Breve Jesus Cristo Voltará” Apocalipse 22:1-21. Portanto não será então em benefício próprio, sim a necessidade desse divulgação nessa cidade que todos se entregam sua vida a Jesus Cristo, nosso Salvador. Att: Thiago Amaral de Oliveira - Baixo Guandu/ES."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quinze − três =

×

Sejam Bem-Vindos!

Sejam Bem Vindos ao Nosso Portal Adventista de Baixo Guandu/ES. Estamos a Disposição 24 Horas.

× Fale Conosco 24 horas!