Crenças fundamentais dos adventistas: mordomia

A mordomia cristã não tem a ver com dinheiro, mas com fidelidade.

Olá amigos! Sem dúvida vocês já ouviram essas palavras de Jesus: “Mais bem-aventurado é dar que receber”, conforme citado em Atos 20:35. E, no entanto, no mundo de hoje, onde tanto se concentra no que se pode obter, essas palavras inspiradas podem parecer bastante banais para alguns. No entanto, o ditado é verdadeiro e chama nossa atenção para algo maior do que nós mesmos, encorajando-nos a olhar para Deus, que é o Doador de todas as coisas boas. Hoje vamos falar sobre mordomia.

O que é mordomia

O que é mordomia? Segundo o dicionário Merriam-Webster é: “a condução, supervisão ou gestão de algo, especialmente a gestão cuidadosa e responsável de algo confiado aos cuidados de alguém”.

E você sabe amigos, quando pensamos sobre isso, percebemos que tudo o que temos – nosso tempo, dinheiro, habilidades, saúde, a própria vida – tudo vem de Deus, e Ele nos pede para sermos mordomos cuidadosos das muitas boas dádivas que Ele tem dado a nós.

É assim que nossa Crença Fundamental Adventista do Sétimo Dia #21 sobre Mordomia explica o assunto: “Somos despenseiros de Deus, responsáveis a Ele pelo uso apropriado do tempo e das oportunidades, das capacidades e posses, e das bênçãos da Terra e seus recursos, que Ele colocou sob o nosso cuidado. Reconhecemos o direito de propriedade da parte de Deus por meio de fiel serviço a Ele e a nossos semelhantes, e devolvendo os dízimos e dando ofertas para a proclamação de Seu evangelho e para a manutenção e o crescimento de Sua Igreja. A mordomia é um privilégio que Deus nos concede para desenvolvimento no amor e para vitória sobre o egoísmo e a cobiça. O mordomo se regozija nas bênçãos que advêm aos outros como resultado de sua fidelidade”.

Deus nos devolve tudo que Lhe damos

Vejam, amigos, quando damos tudo o que somos e temos a Deus, a quem todos pertencem de qualquer maneira, Ele aceita, mas depois nos coloca de volta no comando, tornando-nos mordomos ou zeladores, de tudo o que Ele nos deu para nós. Aceitar nossa responsabilidade como mordomos de Deus quebra a tendência de viver vidas egoístas e nos torna conscientes do exemplo duradouro de mordomia que nos foi dado por Jesus, que deu tudo de Si por nós.

Áreas da vida que Deus nos confiou para administrar

Vamos agora examinar brevemente quatro áreas da vida nas quais Deus nos confiou para sermos bons mordomos para Ele:

1. Nós mesmos. De acordo com Lucas 10:27, devemos amar a Deus “de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu entendimento; e: Amarás o teu próximo como a ti mesmo”. Como cristãos, temos o privilégio de desenvolver nossas faculdades físicas e mentais com o melhor de nossa capacidade e oportunidades, seguindo as maravilhosas diretrizes de saúde dadas a nós na Bíblia e no Espírito de Profecia. Ao fazer isso, damos honra a Deus e podemos nos tornar uma bênção para outros.

2. Habilidades. Deus deu a cada um de nós habilidades especiais – alguns podem ser talentosos na música, outros em falar, escrever ou ensinar. Outros são talentosos em ofícios manuais ou em ciências. Alguns podem fazer amigos facilmente e conviver bem com os outros, enquanto alguns são mais tranquilos, fazendo seu trabalho nos bastidores. Em todo caso, todo talento pode ser usado para glorificar aquele que o possui ou Aquele que deu o dom. Bons mordomos usam seus dons liberalmente para beneficiar os outros e trazer glória a Deus.

3. Tempo. Como mordomos fiéis, glorificamos a Deus pelo uso sábio do tempo. Em Colossenses 3:23 lemos: “Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens”. E em Efésios 5:15, 16 somos advertidos a não nos comportarmos “como néscios, e sim como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus”.

Porque o tempo é uma dádiva de Deus, cada momento é precioso, e devemos usar cada um desses momentos com sabedoria, trazendo honra a Deus, ajudando os outros e compartilhando o evangelho eterno com o mundo.

4. Bens Materiais. É importante lembrar que nossos bens materiais e recursos financeiros são presentes de Deus. Para nos ajudar a lembrar que Ele é a fonte de todas as bênçãos, Deus instituiu um sistema de dízimos e ofertas. Esse sistema forneceu os meios financeiros para sustentar o sacerdócio do templo israelita, e hoje é um método bíblico sólido para financiar o alcance mundial do evangelho. Deus ordenou que compartilhar as boas novas dependa dos esforços e ofertas de Seu povo. Ele chama cada um de nós para nos tornarmos cooperadores altruístas com Ele, devolvendo um dízimo fiel – que é 10% de todo o nosso lucro, e também ofertas fiéis a Ele.

Amigos, nunca podemos dar mais do que o Senhor! E Ele nos colocou no papel de mordomos para nosso benefício. Uma razão pela qual Deus nos pede para consagrar a Ele toda a nossa vida – tempo, habilidades, corpo e bens materiais – é encorajar nosso próprio crescimento espiritual e desenvolvimento de caráter. À medida que somos mantidos cientes da propriedade de Deus sobre tudo e do amor incessante que Ele nos concede, nosso amor e gratidão são nutridos. A mordomia fiel é uma salvaguarda contra a cobiça e o egoísmo e leva ao desenvolvimento da economia e da eficiência.

Os verdadeiros mordomos abençoam os outros, pois estão envolvidos no serviço aos outros e estão dispostos a compartilhar o que Deus graciosamente deu a eles e que pode beneficiar outra pessoa.

E é por meio da administração de nosso tempo, talento e recursos que também podemos ser uma bênção para a Igreja de Deus. Isso resulta em um corpo de igreja forte, envolvido em compartilhar as bênçãos que Cristo concedeu, pronto para responder a quaisquer necessidades que existam na causa de Deus. Por meio de uma mordomia fiel, a Igreja terá fundos adequados para sustentar o ministério, expandir o reino de Deus em sua vizinhança mais próxima e estendê-lo aos lugares remotos da terra.

Se você quiser saber mais sobre mordomia, recomendo que visite o site: adv.st/crencas.

Amigos, Jesus nos deu esta maravilhosa promessa em Lucas 6:38: “dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos darão; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também”.

Vamos seguir hoje o exemplo de Cristo em generosidade e ao orarmos juntos agora mesmo!

Pai nosso que estás nos céus, obrigado pelos presentes incríveis que Tu nos deste: nosso tempo, nossas habilidades, nossas posses, a oportunidade de servir outras pessoas e cuidar delas. E que privilégio, Senhor, devolver-Te 10% do nosso lucro, que Te pertence e Senhor, tudo Te pertence, mas pedes-nos que devolvamos estes 10%. E além disso, as ofertas, ofertas de livre arbítrio, à medida que nos comunicamos Contigo e Tu nos impressionas. Então, Senhor, colocamos tudo isso em Tuas mãos. Ajude-nos a ser bons mordomos do que Tu nos deste. E um dia, muito em breve, que possamos ouvir de Ti as palavras: “Muito bem, servo bom e fiel… entra no gozo do teu senhor”. Ansiamos pelo dia em que Jesus virá! Ajude-nos, Senhor, a ser bons mordomos enquanto aguardamos esse evento maravilhoso! Em nome de Jesus pedimos, amém.


Ted Wilson é o presidente mundial da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Facebook Comments Box

sobre Portal Adventista Baixo Guandu

Avatar
"É um grande privilégio de elaboração do site PORTAL ADVENTISTA DE BAIXO GUANDU/ES, no dia 18 de Setembro 2014 para a divulgação aqui na cidade local, regional e em todos os Países. Nosso Objetivo é divulgarmos os programas, materiais entre outros que se realizam na Igreja Adventista do Sétimo Dia, em prol do Evangelho Eterno, assim diz o Senhor: “ Breve Jesus Cristo Voltará” Apocalipse 22:1-21. Portanto não será então em benefício próprio, sim a necessidade desse divulgação nessa cidade que todos se entregam sua vida a Jesus Cristo, nosso Salvador. Att: Thiago Amaral de Oliveira - Baixo Guandu/ES."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

um × três =

×

Sejam Bem-Vindos!

Sejam Bem Vindos ao Nosso Portal Adventista de Baixo Guandu/ES. Estamos a Disposição 24 Horas.

× Fale Conosco 24 horas!