Crenças fundamentais dos adventistas: o sábado

O sábado foi uma criação divina pensando no homem, um presente para o ser humano que precisaria do descanso do corpo e da mente.

Ted Wilson (TW): Olá, amigos! Hoje, Nancy e eu estaremos falando sobre um dos maiores presentes que Deus já deu: o sábado! Este presente foi concedido em um mundo perfeito no início dos tempos e de uma maneira especial comemora a Criação e honra nosso Criador. O primeiro capítulo da Bíblia, Gênesis 1, descreve como Deus criou este mundo e tudo o que há nele, em seis dias literais de 24 horas. E então em Gênesis 2:1-3 lemos:

“Assim, pois, foram acabados os céus e a terra e todo o seu exército. E, havendo Deus terminado no dia sétimo a sua obra, que fizera, descansou nesse dia de toda a sua obra que tinha feito. E abençoou Deus o dia sétimo e o santificou; porque nele descansou de toda a obra que, como Criador, fizera”.

Nancy Wilson (NW): Deus descansou depois de Sua obra de criação porque Ele estava cansado? Claro que não! Por meio de Isaías 40:28 somos informados: “Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o SENHOR, o Criador dos fins da terra, nem se cansa, nem se fatiga?” E, no entanto, Ele descansou, refletindo sobre a obra que Ele havia feito, e abençoou e santificou este dia como um dia santo e especial – um tempo em que Adão e Eva, e mais tarde toda a humanidade, poderiam desfrutar de uma bênção especial de comunhão com Deus, seu Criador, e companheirismo uns com os outros.

Sábado: central no processo de adoração e memorial da criação

TW: O sábado é central para nossa adoração a Deus. O memorial da Criação revela a razão pela qual Deus deve ser adorado: Ele é o Criador, e nós somos Suas criaturas. Nossa vigésima crença explica o sábado assim:

NW: “O bondoso Criador, após os seis dias da Criação, descansou no sétimo dia e instituiu o sábado para todas as pessoas, como memorial da Criação.

Jesus, o Senhor do sábado

TW: O quarto mandamento da imutável lei de Deus requer a observância deste sábado do sétimo dia como dia de descanso, adoração e ministério, em harmonia com o ensino e a prática de Jesus, o Senhor do sábado.

NW: O sábado é um dia de deleitosa comunhão com Deus e uns com os outros. É um símbolo de nossa redenção em Cristo, um sinal de nossa santificação, uma prova de nossa lealdade e um antegozo de nosso futuro eterno no reino de Deus.

TW: O sábado é o sinal perpétuo do eterno concerto de Deus com Seu povo. A prazerosa observância deste tempo sagrado duma tarde a outra tarde, do pôr-do-sol ao pôr-do-sol, é uma celebração dos atos criadores e redentores de Deus”.

TW: Você pode ler mais sobre essa crença fundamental muito importante e o que a Bíblia tem a dizer sobre o sábado, no site adv.st/crencas.

NW: Quando os Dez Mandamentos foram dados no Monte Sinai, o sábado já existia desde a Criação, mas havia se tornado obscuro e até esquecido por alguns. É por isso que o quarto mandamento começa com a palavra “Lembra-te”.

TW: Nós lemos em Êxodo 20:8-11: “Lembra-te do dia de sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás e farás toda a tua obra. Mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR, teu Deus; não farás nenhum trabalho, nem tu, nem o teu filho, nem a tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o forasteiro das tuas portas para dentro; porque, em seis dias, fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há e, ao sétimo dia, descansou; por isso, o SENHOR abençoou o dia de sábado e o santificou”.

NW: É claro que não tentamos guardar o sábado para sermos salvos! Oh não! Guardar o sábado é uma delícia! Quando criança, ansiava ansiosamente pelo sábado! No final da tarde de sexta-feira, nossas roupas de sábado estavam passadas, e a casa estava limpíssima e decorada com as flores recém-colhidas de mamãe por toda parte. Os aromas incríveis vindos da cozinha prometiam um jantar muito especial com tradições como o schnecken caseiro (um pão doce dos meus parentes alemães) e a salada de frutas. Era como se nossa família estivesse se preparando para algo muito especial.

À medida que as horas do sábado se aproximavam, parecia que o céu e nosso lar se uniam para celebrar este dia tão especial. Foi um dia para reconhecer que éramos filhos de Deus, Sua criação a quem Ele amava, e que Ele era nosso Pai celestial que supria todas as nossas necessidades.

Até mesmo nosso culto era muito especial na noite de sexta-feira. Papai liderava, e então nós cinco orávamos. Mamãe, que tocava piano lindamente, muitas vezes tocava hinos quando adormecíamos naquela noite.

As tradições da minha infância continuam em nossa casa hoje. Deus sabia que precisaríamos deste dia muito especial para a restauração física, mental, social e espiritual. O sábado é uma das dádivas mais preciosas de Deus e nos mantém focados em nossa conexão com Ele.

TW: Sabemos que enquanto estava na Terra, o próprio Jesus guardou o sábado, declarando que Ele era “Senhor do sábado” (Lucas 6:5) e que “O sábado foi estabelecido por causa do homem, e não o homem por causa do sábado” (Marcos 2:27).

A Bíblia também nos diz que Deus não apenas descansou após Sua obra de criação, mas também descansou no sábado após Sua obra de redenção. Os seguidores de Cristo continuaram a observar o sábado do sétimo dia depois que Jesus subiu ao céu, e o livro de Atos está repleto de exemplos de Paulo e outros crentes reunidos e adorando no sábado.

Guarda do sábado: teste de lealdade a Deus

NW: A Bíblia nos diz que o sábado continuará a ser importante até o fim dos tempos. Assim como a lealdade de Adão e Eva foi testada pela árvore do conhecimento do bem e do mal colocada no Jardim do Éden, a lealdade de cada ser humano a Deus será testada pelo mandamento do sábado colocado no meio dos Dez Mandamentos.

Duas classes: os que adoram a besta e a sua imagem e os que adoram a Deus

TW: As Escrituras revelam que antes da segunda vinda de Cristo o mundo inteiro será dividido em duas classes: aqueles que adoram “a besta e a sua imagem” e aqueles que “guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus” (Apocalipse 14:9, 12). Nesse tempo, a verdade de Deus será engrandecida diante do mundo, e todos terão a oportunidade de mostrar onde está sua verdadeira lealdade. Ao aceitar a bela dádiva do sábado de Deus agora, estamos permitindo que Ele trabalhe em nossas vidas, mudando-nos e trazendo-nos para uma harmonia mais íntima com Ele.

NW: Nós lemos no livro Testemunhos Para a Igreja – Volume 6: “O poder que criou todas as coisas é o que torna a restaurar a alma à Sua própria semelhança. Para os que guardam o sábado, esse dia é o sinal da santificação. A verdadeira santificação consiste na harmonia com Deus, na imitação de Seu caráter. Essa harmonia e semelhança são alcançadas pela obediência aos princípios que são a transcrição de Seu caráter. E o sábado é o sinal da obediência. Aquele que de coração obedecer ao quarto mandamento obedecerá toda a lei. Será santificado pela obediência” (Testemunhos Para a Igreja – Volume 6, p. 350).

TW: Meus queridos amigos, Deus nos deu a maravilhosa dádiva do sábado e de Seu querido Filho, um Maravilhoso Presente! Cristo nos criou e deu Sua vida para nos redimir. Ele deseja passar Seu dia especial conosco a cada semana. Convido vocês a experimentarem por si mesmos a alegria que os espera no dia especial de Deus, o sétimo dia, o sábado.

Vamos orar juntos agora mesmo. Pai nosso que estás nos céus. Obrigado por criares este mundo e criares por meio de Tua palavra e isso em seis dias literais recentes. Obrigado porque Tu és Todo-Poderoso e podes fazer qualquer coisa. Obrigado por também nos dares um exemplo de descanso no sábado do sétimo dia. Agradecemos porque podemos descansar e Te adorar nesse dia, em lembrança do que Tu fizeste como nosso Criador. Obrigado por nos ouvires. Concede-nos um tempo especial neste próximo sábado e que todos os que estão vendo e ouvindo se conectem Contigo e observem este precioso presente do céu, o sábado do sétimo dia. Em nome de Jesus pedimos, amém!


Ted Wilson é o presidente mundial da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Facebook Comments Box

sobre Portal Adventista Baixo Guandu

Avatar
"É um grande privilégio de elaboração do site PORTAL ADVENTISTA DE BAIXO GUANDU/ES, no dia 18 de Setembro 2014 para a divulgação aqui na cidade local, regional e em todos os Países. Nosso Objetivo é divulgarmos os programas, materiais entre outros que se realizam na Igreja Adventista do Sétimo Dia, em prol do Evangelho Eterno, assim diz o Senhor: “ Breve Jesus Cristo Voltará” Apocalipse 22:1-21. Portanto não será então em benefício próprio, sim a necessidade desse divulgação nessa cidade que todos se entregam sua vida a Jesus Cristo, nosso Salvador. Att: Thiago Amaral de Oliveira - Baixo Guandu/ES."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

vinte − 1 =

×

Sejam Bem-Vindos!

Sejam Bem Vindos ao Nosso Portal Adventista de Baixo Guandu/ES. Estamos a Disposição 24 Horas.

× Fale Conosco 24 horas!