Curta-metragem adventista incentiva diálogo com novas gerações

A ideia do filme Dinah foi a de conversar com as novas gerações a respeito de temas como abuso sexual, bullying e difamação digital. Dinah é um filme produzido pela plataforma Feliz 7 Play a partir de estudos acadêmicos que mostram importância das obras cinematográficas para diálogo com jovens e adolescentes.

A conversa com jovens sobre questões como abuso sexual, culpa e até a possibilidade de voltar à igreja não é algo fácil. Especialmente no contexto de comunidades cristãs. Uma iniciativa interessante para colaborar com isso foi desenvolvida pela plataforma Feliz7Play, que lança nesta sexta-feira, 12, um filme de curta-metragem chamado Dinah.

A produção conta a história da jovem Dinah. Ela decide ir a uma festa, em uma cidade vizinha, sem o consentimento dos pais. Ao sair escondida para essa festa, Dinah é abusada sexualmente. Emocionalmente afetada pelo crime, sente-se confusa, culpada e constantemente assombrada pelas lembranças dos acontecimentos.  Na sala 23, Dinah é atendida por um terapeuta que ajuda a resgatar sua autoconfiança e esperança.

Dinah é um curta-metragem de 30 minutos, do gênero drama, destinado ao público jovem cristão. A narrativa é inspirada no relato bíblico de Dinah, filha do patriarca Jacó (Gênesis 34). Devido à temática, o filme é recomendado para audiência acima de 14 anos.

Temas essenciais

O filme traz à tona uma trama que discute, por exemplo, o abuso sexual no ambiente dos jovens. O 13ª Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado em setembro de 2019, registrou recorde da violência sexual. Foram 66 mil vítimas de estupro no Brasil em 2018, maior índice desde que o estudo começou a ser feito em 2007. A maioria das vítimas (53,8%) foram meninas de até 13 anos. Conforme a estatística, quatro meninas até essa idade são estupradas por hora no país. Ocorrem em média 180 estupros por dia no Brasil, 4,1% acima do verificado em 2017 pelo anuário.

O curta-metragem coloca em perspectiva, ainda, assuntos relacionados ao bullying e a chamada difamação digital. Além de mostrar como os jovens lidam com a culpa e mesmo o desejo de retorno à igreja e a uma experiência com Deus.

Diálogo aberto 

Para o gerente de Estratégias Digitais da sede sul-americana adventista, área da qual a plataforma Feliz7Play faz parte, dialogar com novas gerações não é fácil, mas o caminho precisa estar aberto. ‘Algumas vezes a tentativa de diálogo pode ser interpretada como uma forma de julgamento e acabar sendo rejeitada. No entanto, quando a mensagem é transmitida de forma indireta, os resultados podem ser mais efetivos”, explica.

Magalhães sublinha que Dinah é uma iniciativa da igreja Adventista do Sétimo Dia foi estabelecida para conversar com as novas gerações, especialmente com jovens cristãos que se afastaram do evangelho por algum motivo.

Veja o teaser:

Facebook Comments Box

sobre Portal Adventista Baixo Guandu

"É um grande privilégio de elaboração do site PORTAL ADVENTISTA DE BAIXO GUANDU/ES, no dia 18 de Setembro 2014 para a divulgação aqui na cidade local, regional e em todos os Países. Nosso Objetivo é divulgarmos os programas, materiais entre outros que se realizam na Igreja Adventista do Sétimo Dia, em prol do Evangelho Eterno, assim diz o Senhor: “ Breve Jesus Cristo Voltará” Apocalipse 22:1-21. Portanto não será então em benefício próprio, sim a necessidade desse divulgação nessa cidade que todos se entregam sua vida a Jesus Cristo, nosso Salvador. Att: Thiago Amaral de Oliveira - Baixo Guandu/ES."

Além disso, verifique!

Como auxiliar alguém que retornou à igreja?

Demonstrar interesse pelo outro é um dos fatores que contribuem para que pessoas retornem à …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − quinze =

×

Sejam Bem-Vindos!

Sejam Bem Vindos ao Nosso Portal Adventista de Baixo Guandu/ES. Estamos a Disposição 24 Horas.

× Fale Conosco 24 horas!