Diretrizes dos Departamentos

ANCIÃO E DIRETOR DE GRUPO

Você pode dar um grande apoio para que a igreja avance na execução
das 5 metas prioritárias para 2021:
• Formação de Novos Líderes por meio dos PGs e Unidades de Ação.
• Participar do PG protótipo do Pastor. Participar da reunião de Líderes.
• Estudos Bíblicos – Cada Igreja com pelo menos 100 Estudos Bíblicos –
• todos os departamentos sendo desafiados.
• Batismos – promover os batismos mensais
• Fidelidade – Deus como primeiro em tudo
• Abertura de Novas Igrejas – O Ancião e Diretor devem ser os promotores
dessa visão de crescimento.
Além das prioridades acima, algumas dicas importantes:
01 – Ser um líder espiritual;
02 – Ser “exemplo dos fiéis”.
03 – Ser moralmente puro.
04 – Manter forte relacionamento familiar.
05 – Ser fiel nos dízimos e ofertas.
06 – Exercer sua função de ancião, apenas na igreja local e no período em
que foi eleito.
07 – Ser um líder servidor.
08 – Defender a igreja de dissidentes.
09 – Defender a doutrina da igreja.
10 – Ministrar a palavra – “Pregar a Cristo, e este Crucificado”.
11 – Promover o crescimento numérico da igreja.
12 – Promover e incentivar a fidelidade dos dízimos e ofertas.
13 – Executar o Planejamento Anual Eclesiástico da AES.
14 – Liderar sem discriminação social ou racial.
15 – Ajudar os membros a identificarem seus dons espirituais.
16 – Ser um supervisor geral, juntamente com o pastor.
17 – Distribuir responsabilidades.
18 – Apoiar os ministérios da igreja.
19 – Visitar os membros da igreja.
20 – Presidente da comissão, na ausência do pastor e em seu consentimento.
21 – Cooperar com a Associação.
22 – Recuperar os membros afastados.
23 – Ajudar no preparo dos candidatos ao batismo.
24 – Conservação dos novos membros.
25 – Dedicação de criança – com a autorização do pastor.
26 – Santa Ceia – Na ausência, e com a autorização do pastor. Só em sua
igreja. Ministrar aos enfermos.
27 – Unção de enfermos – Só na ausência e com a autorização do pastor.
28 – Cerimônia fúnebre – atividade livre. 29 – Coordenar a recepção ao novo pastor.
30 – Realizar escala trimestral de pregadores.
31 – Organizar a plataforma e a ordem dos cultos.
32 – Realizar reunião trimestral de avaliação com a equipe


TESOURARIA

1 – Manter atualizado o cadastro do Tesoureiro (membro) no sistema ACMS
(atualizar com a Secretária da Igreja local);
2 – Atualizar, junto com a secretária de sua Igreja, os e-mails dos doadores,
para que possam receber sistematicamente o recibo de dízimos e ofertas
por e-mail e obter o usuário e senha para utilizar o Aplicativo 7Me através
do aparelho celular.
3 – Incentivar os membros da Igreja Local a utilizar o aplicativo 7Me para
acompanhar os lançamentos e relatórios de seus dízimos e ofertas, receitas
e despesas da Igreja Local e também informá-los sobre a possibilidade de
dizimar e ofertar de forma online, através dos cartões de Débito e Crédito.
4 – Contabilizar semanalmente as receitas e despesas da Igreja local;
5 – As despesas devem ser contabilizadas dentro do mês (período de
competência) somente com documentos fiscais (Nota Fiscal ou Cupom
Fiscal);
6 – Antes de contratar prestadores de serviço, entrar em contato com a
AES para o preenchimento do Cadastro de Prestadores de Serviços e o
cálculo dos Impostos a Recolher;
7 – Ser pontual no envio das remessas para a AES, sendo que para as
Igrejas com prestação de contas semanal, a remessa deve ser enviada
semanalmente. Para as mensais, enviar no máximo até o dia 05 do mês
seguinte através do malote do Banestes. Em caso de atraso, as remessas
devem ser enviadas por SEDEX ou pessoalmente;
8 – Depositar semanalmente os valores recebidos, deixando no caixa fixo
local apenas os recursos necessários para suprir as necessidades básicas
da Igreja na semana;
9 – Administrar os recursos do Caixa Local;
10 – Colocar em Débito Automático as contas de Energia, Água, Telefone e
Internet;
11 – Atualizar semanalmente o Movimento Financeiro da Igreja;
12 – Apresentar mensalmente, à comissão da Igreja local, os relatórios
financeiros, entregando a cada departamento o Extrato de Departamento;
13 – Cuidar para que a limpeza da Igreja seja feita de forma regular, através
da Assinatura da Carteira de Trabalho pela AES, ou através de voluntários,
enviando para a AES o Termo de Voluntariado junto com cópia do RG e
CPF do voluntário;
14 – Para as Igrejas que possuem zeladores com carteira assinada, enviar
a folha de ponto preenchida e assinada para a AES;

15 – Manter o saldo da Igreja com a AES sempre zerado;
16 – Elaborar o orçamento da Igreja para o ano seguinte levá-lo a apreciação
da Comissão Local e enviar cópia da Ata da Comissão da Igreja com o
respectivo voto;
17 – Anualmente fazer o Controle Patrimonial, contendo todos os bens da
Igreja;
18 – Incluir a Igreja no Seguro Coletivo do Patrimônio da Igreja;
19 – Atualizar a Conta Bancária da Igreja, depositar os recursos da Igreja e
cuidar para que tenha saldo suficiente para cobrir as despesas da Igreja;
20 – Apresentar os documentos solicitados no momento da Auditoria;
21 – Levar a apreciação da Comissão da Igreja o Relatório de Auditoria;
22 – Certificar que a Secretária da Igreja tenha incluído no ACMS o número
do voto da Comissão da Igreja onde foi registrado o Relatório de Auditoria.


SECRETARIA

01 – Estudar e conhecer o Manual da Igreja e o Guia de Secretaria da Igreja.
02 – Acessar e conhecer o sistema de Secretaria da igreja ACMS e realizar
as tarefas destinadas a ele.
03 – Lançar trimestralmente o Relatório Integrado no sistema ACMS.
04 – Incentivar os líderes de departamento a entregarem as informações
para o Relatório Integrado.
05 – Cuidar, zelar e organizar os livros da igreja: Atas e Atos. Esses livros
devem sempre estar com o (a) secretário (a) atual da igreja.
06 – Atentar para o cadastro dos membros: manter sempre atualizado
(endereço, telefone…).
07 – Registrar os novos membros no ACMS.
08 – Verificar os registros da igreja antes de um rebatismo.
09 – Manter comunicação regular com as outras secretarias de igreja no
processo de transferências.
10 – Formar e reunir a Comissão do GER (Grupo Especial de Revisão).
11 – Cadastrar no ACMS a lista de oficiais atualizada e completa.
12 – Participar das comissões da igreja, batismos e casamentos. Preparar
os devidos registros de cada livro.
13 – Participar dos treinamentos promovidos pela Secretaria da AES.
14 – Preparar o kit novo membro e entregar a cada um no dia do seu
batismo. O conteúdo será: 1 revista Nova Vida, 1 DVD Nova Vida e o
certificado.
15 – Participar do projeto Secretaria com Excelência.
16 – Promover e realizar o programa do Reencontro.


MINISTÉRIO PESSOAL

O líder de Ministério Pessoal desenvolve uma função de grande importância
na igreja, sempre pensando naqueles que ainda não fazem parte dela.
Paixão pelas almas deve sempre bater forte no coração, buscando em
todos os momentos, ser intencional para a pregação do Evangelho do
Reino.
01 – Participar e promover com sua equipe das capacitações das Escolas
de Esperança promovidas pela AES e pastor distrital, todo o primeiro
sábado do mês, sempre às 15h
02 – Ler e aplicar o conteúdo do auxiliar do diretor de Ministério Pessoal.
03 – Realizar o programa missionário no primeiro sábado de cada mês.
04 – Promover e revitalizar os Pequenos Grupos na igreja, para que todos
os membros participem em encontros semanais nos PGs.
05 – Promover o Pequeno Grupo de Líderes, para que, pelo menos
quinzenalmente, os líderes de pequenos grupos estejam juntos para
oração, testemunho, prestação de contas, estudo da Palavra. Convocar
os professores das classes de Escola Sabatina para que suas unidades de
ação também sejam transformadas em PGs.
06 – Mobilizar os pequenos grupos à prática da missão integral (apoio a
famílias carentes, ministração de estudos bíblicos, vínculos relacionais,
prática do evangelismo).
07 – Preparar os Pequenos Grupos para uma grande celebração e
multiplicação no dia 30 de outubro
08 – Mobilizar toda a igreja para a Semana Santa nos lares, nos PGs e
nas igrejas, convidando os interessados, estudando a Bíblia com eles e
trazendo para a semana.
09 – Organizar as classes bíblicas e duplas missionárias para a continuidade
da Semana Santa.
10 – Estabelecer um alvo de 100 estudos bíblicos a serem ministrados
durante o ano em sua igreja.
11 – Trabalhar em parceria com a recepção, o coordenador de interessados
e a Escola Sabatina, com foco nos interessados e acompanhar como estão
sendo cuidados.
12 – Estabelecer um alvo de batismo com a participação da igreja.
13 – Eleger um coordenador geral para as classes bíblicas e um instrutor
para cada classe bíblica.
14 – Ajudar ativamente nos Domingos de Esperança.
15 – Incentivar e participar da Classe dos Professores, fornecendo materiais,
explicando projetos e motivando.
16 – Avaliar trimestralmente as ações do seu departamento.
17 – Motivar a igreja para os “10 Dias com Deus” e nas “10 Horas de Jejum
e Oração”.
18 – Reunir trimestralmente os instrutores bíblicos para oração, motivação e capacitação.
19 – Ajudar a direção da Escola Sabatina, a cada trimestre, no “Dia do
Amigo”.
20 – Ajudar a Escola Sabatina com o ciclo do discipulado em todas as fases.
21 – Promover, organizar, participar dos projetos e treinamentos via satélite
promovidos pela AES, USeB e DSA.
22 – Ler e conhecer os materiais preparados pelo departamento de MIPES.
23 – Promover batismos mensais.
24 – Acompanhar se o relatório trimestral está sendo entregue para
secretaria da igreja.
25 – Discipular um diretor aprendiz.


COORDENADOR DE INTERESSADOS

• Elaborar um levantamento de atualização contínua de quem e quantos
estão estudando a Bíblia, sempre apresentando a igreja para motivar a
chegar nos 100 estudos bíblicos.
• Trabalhar em parceria com o Ministério Pessoal, Recepção, Coordenador
de PGs e demais ações que possam levantar interessados.
• Estar atento para que todos os interessados, de todos os ministérios da
igreja, estejam envolvidos e cuidados.
• Encaminhar os interessados aos PGs, encaixando da melhor maneira
possível, o interessado com o PG que mais se identifica.
• Incentivar toda a igreja a ser um missionário, encaminhando nomes de
interessados para estudar com instrutores devidamente capacitados.
• Ter um encontro mensal com os instrutores bíblicos para oração,
comunhão, prestação de contas e motivação.


EVANGELISMO

01 – Organizar Semana Santa 2021 nas igrejas, salões, lares e PGs, em
parceria com diretor de ministério pessoal, além de ser o Pregador do final
da semana na igreja.
02 – Organizar o projeto “Domingos de Esperança” na igreja, a ser iniciado
após a semana santa.
03 – Organizar e realizar uma Classe bíblica após os “Domingos de
Esperança”, para colher na primavera.
04 – Realizar a semana da esperança em setembro e a semana de colheita
em novembro.

05 – Envolver-se nos programas missionários da igreja.
06 – Em parceria com o Ministério Pessoal, marcar batismos mensais na
igreja.


ESCOLA SABATINA

Como coração da Igreja, a Escola Sabatina é responsável pelos
momentos de aprendizado dos interessados e membros, com vistas a
promover a comunhão: pelo conhecimento da Bíblia, relacionamento:
pelo envolvimento das Unidades de ação em sincronia com os PGs, e
missão: envolvendo todas as classes a busca de novos interessados
e ensiná-los o que estão aprendendo. Não existe igreja forte com
Escola Sabatina fraca!
01 – Promover a classe dos professores e o curso EAD de capacitação dos
professores da ES
02 – Incentivar o compromisso com o estudo da lição no primeiro sábado
de cada trimestre
03 – Promover e participar dos treinamentos da Escola Missionária da AES
e do pastor distrital.
04 – Acompanhar a entrega dos relatórios trimestrais para a secretaria da
igreja.
05 – Promover o Projeto Maná para que todos façam a assinatura e
estudem a lição.
06 – Supervisionar, motivar e providenciar treinamentos para sua equipe.
07 – Realizar reuniões trimestrais de avaliação com sua equipe.
08 – Trabalhar para que cada professor tenha um professor aprendiz.
09 – Visitar os professores uma vez por trimestre e motivá-los para que
visitem os alunos.
10 – Realizar, uma vez por trimestre, encontros de confraternização com
os professores e motivá-los que façam o mesmo com os alunos.
11 – Realizar o dia do amigo de acordo com o calendário.
12 – Realizar o aniversário da Escola Sabatina de acordo com o calendário.
13 – Ter funcionando o ciclo do discipulado em todas as fases.
14 – Promover a missão mundial por meio da oferta do 13º sábado.
15 -Incentivar as unidades da escola sabatina para que cada uma se torne
um PG
16 – Ajudar a elaborar planos missionários para as unidades.
17 – Promover o ensino eficaz da Bíblia na unidade.
18 – Promover o companheirismo nas unidades.
19 – Ter uma Escola Sabatina receptiva.
20 – Apresentar mensalmente o termômetro para igreja, mostrando como
estão as unidades em PGs, estudo da Bíblia, estudos bíblicos e visão
missionária.
21 – Ter e discipular um diretor aprendiz.

22 – Criar condições para que os professores sejam para a sua unidade:
professores, promotores e pastores.


MINISTÉRIO DA MULHER

Este Ministério foi criado para auxiliar cada mulher adventista
a utilizar seus dons e talentos para pregar o evangelho e ser uma
bênção para outras mulheres, ajudando-as a crescer em Comunhão,
Relacionamento e Missão.
1 – Formar uma equipe, composta por mulheres interessadas em servir.
2 – Trabalhar sempre de forma integrada com outros departamentos, com
a liderança da igreja, com o Pastor, com a Coordenadora Distrital e a Líder
do Ministério da Mulher da AES.
3 – Realizar os programas das datas especiais dentro das ênfases
COMUNHÃO: 10 Dias de Oração e 10 Horas de Jejum. Tendas de oração.
Devoção pessoal – leitura da Bíblia e Espírito de Profecia, Meditação
Matinal, Lição da Escola Sabatina, Reavivados Por Sua Palavra. Quartas
de Poder. Jornada “Guardiã do Lar”. Oração Intercessora (Comunhão com
Deus). Guardiã do Lar – intercedendo pelos filhos. Vida Plena – Você não
está só (para mulheres solteiras, viúvas e divorciadas). RELACIONAMENTO:
Pequenos Grupos. Chá Entre Amigas (com alimentos naturais). Chá Entre
Vizinhas. Evangelismo da Amizade. Curso de Culinária (Cozinha Saudável).
MISSÃO: Duplas Missionárias. Estudos Bíblicos. Mãos que cuidam – Amor
em Ação (Ações Sociais). Evangelismo Público – Semana de Evangelismo e
Colheita. Batismo do MM – Sábado Missionário. Quebrando o Silêncio
4 – Promover Retiros Espirituais e Cursos de Liderança Feminina.
5 – Considerar as necessidades das mulheres de sua igreja e comunidade.
6 – Promover ações que auxiliem no desenvolvimento físico, social,
intelectual, emocional e espiritual.
7 – Colocar em prática, programas e projetos sugeridos pela União e
Associação.
8 – Encorajar e capacitar todas as mulheres a desenvolver seu potencial,
utilizando seus dons para o cumprimento da missão.
9 – Participar dos treinamentos oferecidos pela Associação.
10 – Encaminhar o relatório trimestral e o registro das atividades do
departamento para a secretária da igreja.
11 – Tirar fotos de todas as ações realizadas na igreja e encaminhá-las ao
Facebook do departamento: Ministério da Mulher – AES.


MINISTÉRIO DA RECEPÇÃO

1 – O Ministério da Recepção deve contar com uma equipe capacitada e
atuante em todas as reuniões da igreja.
2 – Possuir um local adequado e a equipe usando uniforme da recepção.

3 – O recepcionista deverá solicitar o preenchimento do Cartão de Boasvindas. Em seguida, repassar as informações para o Caderno da Recepção
e encaminhá-las à equipe do Ministério Pessoal.
4 – Incentivar os membros da igreja a serem “Agentes do Amor” na prática,
através do acolher, amar, atender e acompanhar.
5 – Apresentar os amigos aos membros da igreja a fim de que sejam
acolhidos sem constrangimentos.
6 – Reunir a equipe da Recepção, periodicamente, para capacitar e
padronizar procedimentos. Fazer o mesmo com toda a igreja, tornando-a
mais acolhedora.
7 – O Ministério da Recepção deverá atuar em todas as reuniões regulares
da igreja e estabelecer o primeiro contato semanal com os amigos após a
visita na igreja local.
8 – Promover os recursos disponíveis do Ministério da Recepção (vídeos,
panfletos e revistas) na igreja e nas mídias sociais para informar, capacitar
e motivar os “Agentes do Amor”.
9 – Envolver os amigos visitantes nas atividades da igreja como: Pequenos
Grupos, Escola Sabatina, Classe Bíblica, confraternizações, entre outras
ações sociais e missionárias.
10 – Distribuir materiais de apoio missionário, tais como: literaturas, dvds,
folhetos, lições, periódicos, boletins e outros.
11 – Realizar o programa no dia 11/05: Dia de ênfase “Juntos por uma igreja
+ acolhedora”.
12 – Encaminhar o relatório trimestral e o registro das atividades do
departamento para a secretária da igreja.


MINISTÉRIO JOVEM

01 – Implantar, desenvolver e promover o Geração 148 (PG Jovem),
permitindo que eles façam atividades sociais e missionárias entre os jovens
e na comunidade. (Vidas por Vidas e demais Projetos Sociais).
02 – Incentivar os jovens a participarem do Projeto Missão Calebe.
03 – Preparar e incentivar os PG Jovem (G148) com ações e desafios que
devem ser cumpridos durante o ano e depois de concluídos. Celebrar no
Acamp Jovem o cumprimento desses.
04 – Promover a Classe de Escola Sabatina Jovem.
05 – Participar com toda a diretoria dos Cursos e Treinamentos da AES.
06 – Realizar programas que sejam feitos pelos jovens e que abordem
temas relevantes para a faixa etária correspondente (Culto Jovem, Sexta
Jovem, entre outros).
07 – Envolver os jovens na Missão, em todas as frentes da Igreja.
08 – Promover o Ano Bíblico, Assinatura e estudo da Lição Jovem, entre
outras atividades, que levem a juventude à comunhão com Deus.
09 – Incentivar os membros da diretoria a participarem dos Cursos de Liderança.
10 – Incentivar os jovens a participarem do Projeto Oyim (Um Ano em
Missão).
11 – Realizar uma reunião trimestral de avaliação com a equipe.


MINISTÉRIO DA MÚSICA

01 – Incentivar os responsáveis pela música a cultivarem uma vida
devocional à altura de um cristão autêntico, baseada na prática regular da
oração e da leitura da Bíblia.
02 – Incentivar os músicos a tratarem a música como oração ou um sermão,
preparando-se espiritualmente para cada apresentação. (Ver Evangelismo,
pág. 508).
03 – Permitir a participação no louvor somente de pessoas que estão em
harmonia com as normas da igreja, vivendo os princípios de mordomia
cristã e sendo membros ativos da igreja local.
04 – Evitar no Ministério da Música à amplificação exagerada, tanto vocal
como instrumental.
05 – Ser criterioso com a aparência pessoal dos que atuam no louvor para
que reflitam o padrão da modéstia e decência apresentado pela Bíblia.
06 – Promover ensaios para os grupos vocais e instrumentais.
07 – Realizar e promover treinamentos periódicos com a equipe de
sonoplastia.
08 – Realizar reuniões periódicas com o pastor e demais líderes locais para
avaliação e ajustes necessários quanto a liturgia da igreja local.
09 – Utilizar na adoração, músicas que glorifiquem a Deus e ajudem os
ouvintes a adorá-Lo de maneira aceitável. Músicas compatíveis com a
mensagem, mantendo o equilíbrio entre ritmo, melodia e harmonia (I Cro.
25:1,6-7). Sem combinar o sagrado com o profano.
10 – Os instrumentistas da igreja devem sempre ser estimulados a participar
dos cultos de adoração, com instrumental ao vivo. Ellen White recomenda
que o canto seja acompanhado por instrumentos de música habilmente
tocados. Não nos devemos opor ao uso de instrumentos musicais em
nossa obra – Testemunhos, vol. 9, pág. ‘143. O uso de playbacks deve ser
uma alternativa para quando não é possível a presença de instrumentistas,
grupos de louvor ou regentes para o momento de adoração.
11 – Fazer escala trimestral da equipe de Louvor Congregacional e dos
Cantores para os louvores especiais dos cultos do módulo semanal.
12 – Promover no culto jovem, palestras e Fórum sobre “Louvor e Adoração”.
13 – Realizar uma reunião trimestral de avaliação com a equipe.


MINISTÉRIO DE PUBLICAÇÕES

Nossa sugestão é que o Ministério de Publicações e Espírito de
Profecia sejam conduzidos pela mesma pessoa. As ações para a área
de Publicações podem ser resumidas da seguinte forma:
01 – Estimular a igreja a conhecer, ter e ler as publicações. A casa Publicadora
Brasileira está repleta de materiais que podem somar nas diversas áreas e
necessidades da igreja: lar, vida devocional, finanças etc.
02 – Incentivar a igreja a levar a mensagem de salvação distribuindo
de forma massiva a literatura missionária. O envolvimento de todos no
projeto Impacto Esperança é um grande exemplo; através das publicações
“a verdade é apresentada a milhares que de outro modo não a ouviriam.”
– The Review and Herald, 7 de outubro de 1902.
03 – Encontrar aqueles que desejam evangelizar efetivamente através
das publicações. “Deus convida obreiros de cada igreja entre nós, para
que entrem no seu serviço como colportores evangelistas.” – O Colportor
Evangelista, p20. Este será o último ministério a fechar as portas, pois
enquanto “durar o tempo da graça, haverá oportunidade de o colportor
trabalhar.” Colportor Evangelista, p. 11.


ESPÍRITO DE PROFECIA

A profecia é um dos dons mais importantes do Espírito Santo. Junto
com outros dons espirituais, o dom de profecia, levando em conta o
conceito bíblico, promove o crescimento espiritual de cada membro,
bem como de toda a corporação da igreja. (Ver Manual da Igreja p.
192). As ações para o departamento de Espírito de Profecia podem
ser resumidas da seguinte forma:
01 – Estimular os membros a lerem os livros de Ellen White e,
consequentemente, a crescerem no conhecimento bíblico. “Deus dá
testemunhos claros e decisivos, a fim de reconduzi-los a Sua Palavra.”
Testemunhos Seletos, p. 278.
02 – Trabalhar para que a igreja possua um Minicentro White, que são
pequenos núcleos estabelecidos para o estudo da Bíblia e dos escritos de
Ellen G. White, com o propósito de fortalecer as congregações locais da
Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD).


SAÚDE ADVENTISTA

“Quando devidamente conduzida, a obra de saúde é uma cunha de penetração, abrindo caminho para que outras verdades alcancem o coração. Quando a mensagem do terceiro anjo for recebida em sua plenitude, a reforma de saúde terá o seu lugar nos concílios dos campos, no trabalho da igreja, no lar, à mesa e em todos os arranjos do lar. Então o braço direito terá utilidade e protegerá o corpo.” Conselhos sobre Regime Alimentar, p. 73. As ações para o Ministério da Saúde Adventista podem ser resumidas da seguinte maneira: 01 – Incentivar o estudo dos princípios bíblicos e conselhos do Espírito de Profecia sobre saúde e temperança. 2 – Estimular a prática de um viver saudável, preventivo, equilibrado, não só no comer e no beber, mas no falar, no vestir, no trabalhar e descansar.
3 – Promover a ação evangelizadora do ministério através da Feira de Vida e Saúde, cursos de nutrição e culinária vegetariana, palestras, debates, etc.


MORDOMIA CRISTÃ

01 – Compreender o programa espiritual e financeiro da igreja.
02 – Promover o REAVIVADOS POR SUA PALAVRA #RPSP em sua igreja.
03 – Conhecer o programa anual de mordomia cristã da AES.
04 – Participar do treinamento para líderes de mordomia e tesouraria.
05 – Realizar os sábados de mordomia, em todo mês, em sua igreja.
06 – Apoiar o trabalho da EDMC (Equipe Distrital de Mordomia Cristã)
07 – Promover e organizar o projeto “Dia de pôr a vida em dia”.
08 – Fazer o Diagnóstico financeiro.
09 – Reunir a comissão de mordomia da igreja local a cada 3 meses.
10 – Realizar pelo menos duas visitas espirituais por mês às famílias da
igreja.
11 – Promover e incentivar o uso da meditação de por do sol entre as
famílias da igreja.
12 – Aumentar o número de doadores dizimistas e pactuantes na igreja.
13 – Implementar a adoração através dos dízimos e ofertas em todos os
cultos.
14 – Promover a oferta natalícia por ocasião do aniversário, incentivando o
espírito de gratidão por mais um ano de vida.
15 – Promover a “Oferta Especial de Gratidão” pelas bênçãos do ano –23
ou 31/12.
16 – Promover o momento de adoração através do ofertório em todos os
cultos.
17 – Apresentar o PROVAI E VEDE todos os sábados.


COMUNICAÇÃO

01 – COMUNICAÇÃO INTERNA
a) Apoio a todos os departamentos na produção de informativos, anúncios, cartazes, motivacionais e ações que podem dar destaque à igreja local junto a veículos da igreja (Rede Novo Tempo) ou fora dela
(demais veículos).
b) Confecção de boletim impresso ou realização de anúncios públicos
na igreja de forma objetiva.
c) Manutenção do Mural de Avisos (zelo pela atualidade, localização,
asseio e conteúdo).
d) Apresentação de convidados (oradores – nos cultos – cerimonial).
e) Participar de treinamentos do departamento.
f) Assessorar nos treinamentos e Evangelismo via satélite – instalação,
manutenção e ajuste dos equipamentos, para a boa transmissão dos
programas.
g) Enviar relatório do departamento trimestralmente para o (a)
secretário (a) da igreja local.
h) Instalação e manutenção de placas de identificação e indicação de
espaços da igreja (sala das crianças, banheiros, saída, etc)
i) Registro – foto, vídeo e texto – das principais atividades e eventos
da igreja.
j) Arquivamento da história da igreja (vídeos, fotos, atas, boletins
especiais, etc)
k) Divulgação de ações relevantes da igreja para a Assessoria de
Comunicação da Associação Espírito Santense através do e-mail
leonardo.saimon@adventistas.org, pelo telefone 2104-8651 (WhatsApp) ou 2104-8685.
l) Comunicação imediata à Assessoria de Comunicação da AES
qualquer situação que possa gerar crise de imagem para a igreja ou que envolva qualquer tipo de veículo de imprensa.
m) Gerenciamento e criação de conteúdo de mídias sociais digitais oficiais de suas respectivas igrejas tais como Facebook, WhatsApp, Instagram e etc…

02 – COMUNICAÇÃO EXTERNA
a) Fachada do templo – uso da logomarca oficial da IASD e Novo Tempo.
b) Pintura, limpeza, iluminação do prédio e pátio da igreja.

c) Placas de identificação da igreja em locais estratégicos da cidade e bairro (verificar possibilidade do Plano Diretor do Município).
d) Confecção de faixas e folhetos para ações específicas de abrangência comunitária.


DIÁCONOS E DIACONISAS

01 – Desenvolver liderança servidora.
02 – Cuidar do templo e suas dependências.
03 – Zelar pela ordem e reverência na casa de Deus.
04 – Zelar pelos utensílios de ornamentação e cerimônias.
05 – Chegar 30 minutos antes do culto e ficar à porta para recepcionar os
membros e amigos.
06 – Prover assentos aos amigos visitantes.
07 – Estar à disposição dentro do templo, em todos os cultos.
08 – Estar atento à entrada de pessoas na igreja.
09 – Distribuir literaturas ao término do culto quando solicitados.
10 – Arrumar assentos na plataforma para os cultos.
11 – Arrecadar os dízimos e ofertas de forma organizada.
12 – Contar as ofertas, assinar os comprovantes e entregá-las ao tesoureiro
(a).
13 – Coordenar a saída da congregação de forma organizada.
14 – Deixar em ordem e bem fechada a casa de Deus.
15 – Estar presente nas reuniões de planejamento, organização e avaliação
do trabalho.
16 – Distribuir atividades por escala.
17 – Não permitir algazarras, correrias, namoro e conversas no pátio e
salas, nos horários do culto.
18 – Visitar os enfermos e levar-lhes Santa Ceia.
19 – Santa Ceia – Preparar o pão, auxiliar no lava-pés e na distribuição dos
emblemas. (Enterrar a sobra dos emblemas. Não dar às crianças).
20 – Batismo – Encher o tanque com antecedência e auxiliar os candidatos.
21 – Realizar reunião trimestral de avaliação com a equipe.
Propor um programa de visitas às famílias e interessados da igreja.


MINISTÉRIO DA FAMÍLIA

01 – Promover a Construção de Relacionamentos Saudáveis: a – A Família
com Deus; b – A Família com a Família; c – A Família com a Sociedade.
02 – Promover o culto da Família e a Religião do Lar, utilizando os materiais
disponíveis: A Bíblia, DVDs, folhetos, “Fundamentos do Lar Cristão”, “Altares
em Chamas” e Lições da Escola Sabatina.
03 – Estabelecer pequenos grupos de famílias ou casais, através do Projeto
“Oficina de Família”. Que esse ambiente desenvolva a comunhão com
Deus, estimule a convidar parentes, amigos ou vizinhos não adventistas
para compartilhar com eles sua experiência religiosa. Um casal em missão
é uma maneira de manter o casamento feliz.
04 – Incentivar os casais da igreja a compartilharem sua fé. Promover
dedicarem uma noite da semana ao Senhor, para atividades missionárias.

Um casal em missão é uma maneira de manter o casamento feliz. Dê o
exemplo!
05 – Coordenar atividades que podem ser desenvolvidas no decorrer do
ano: Comemoração dos aniversários de casamento, Palestras para casais,
Encontro de pais, Atividades sociais com as famílias, Encontro de casais,
Pôr do Sol de sexta ou Sábado entre famílias, Visitação nos lares.
06 – Promover na igreja o Curso para Noivos realizado pela AES no dia 11
de maio em Vitória e no dia 05 de outubro em Colatina, no EDESSA.
07 – Realizar o projeto “Adoração em Família” – todas as quartas-feiras nos
meses de agosto, setembro e outubro. (Livro Bênçãos Sem Medida, E. G.
White).


TERCEIRA IDADE

01 – Implementar o Clube da Terceira Idade na Igreja.
02 – Estabelecer equipe de associados para o ministério da Terceira Idade.
03 – Tornar o clube da Terceira Idade relevante para a igreja, comunidade
e para os participantes através do serviço e encontros.
04 – Oferecer oficinas para desenvolvimentos das habilidades e
competências dos idosos.
05 – Promover encontro de clubes de terceira idade dando a oportunidade
de interação.
06 – Inserir idosos nas atividades da igreja.
07 – Comemorar o dia do Idoso 01/10/2019 com feiras de saúde, palestras
e reuniões pertinentes aos idosos.
08 – Levar profissionais da área de saúde física e comportamental para
orientar os participantes do clube de terceira idade.
09 – Apresentar para a comunidade o espaço terceira idade da IASD, para
que eles possam participar das atividades.


MINISTÉRIO DA CRIANÇA

01 – Conscientizar os professores de que precisam realizar trabalhos cujo
objetivo maior seja salvar as crianças, a fim de se tornarem cidadãs do céu.
02 – Treinar os professores para a execução eficaz do programa “Elo da
Graça”.
03 – Conscientizar os professores a incentivarem as crianças sobre a
importância do estudo diário da Bíblia e da Lição da Escola Sabatina.
04 – Visitar as classes a cada sábado. Caso necessitem de orientações,
sempre elogie antes de sugerir qualquer mudança. Nunca o faça na frente
de outras pessoas, nem das crianças;
05 – Solicitar verbas para a compra de materiais para as divisões da Escola
Sabatina a cada trimestre.
06 – Divulgar as trimestrais da Associação e participar com os professores.

07 – Após as trimestrais, reunir toda a equipe e começar o preparo de
materiais para o trimestre seguinte.
08 – Assistir, cada sábado, numa sala do departamento, incentivando e
orientando os professores a se aperfeiçoarem.
09 – Substituir uma professora, caso necessário.
10 – Planejar e realizar, junto com sua equipe, os programas especiais: Dia
das Mães, Dia dos Pais, Dia das Crianças, 13º sábado, entre outros.
11 – Participar, junto com sua equipe, dos programas promovidos pela
igreja: 10 Dias de Oração e 10 Horas de Jejum e Oração, Semana Santa,
Impacto Esperança, Classes Bíblicas, Batismo da Primavera, Pequenos
Grupos, desenvolver o Projeto Pais de Esperança, etc.
12 – Planejar e realizar, junto com sua equipe, os projetos promovidos pelo
Departamento: Escola Cristã de Férias, Grande Como Davi, Eu Conheço
Minha História, Guardiões dos Tesouros, Projeto Soul +, etc.
13 – Ser responsável pela realização da Adoração Infantil no culto.
14 – Realizar reuniões periódicas para avaliar a equipe.
15 – Ter os contatos de sua equipe, se possível, criar um grupo de Whatsapp
com seus professores para que você possa enviar sugestões e materiais
de motivação;
16 – Comece na quinta-feira a relembrar do compromisso de pontualidade
do sábado.
17 – Relembrar os professores, durante a semana, quanto ao preparo
antecipado da lição e dos materiais necessários para o programa do
sábado.
18 – Visitar seus professores;
19 – Estimular seus professores a estudarem a lição de adultos e
participarem da classe de professores da igreja.
20 – Revisar os cartões de chamada: verificar se há alunos faltosos e pedir
aos professores que façam visitas.
21 – Enviar um relatório mensal das atividades realizadas para a secretaria
de sua igreja.
22 – Tirar fotos de todas as ações realizadas e encaminhá-las para o
Departamento através do whatsapp ou e-mail.


MINISTÉRIO DO ADOLESCENTE

01 – Conscientizar os professores de que precisam realizar trabalhos cujo
objetivo maior seja salvar os adolescentes, a fim de se tornarem cidadãos
do céu.
02 – Conscientizar os professores a incentivarem os adolescentes sobre a
importância do estudo diário da Bíblia e da lição da Escola Sabatina.
03 – Incentivar os professores a estimularem os adolescentes para que
façam parte do i9 teen e a se envolverem nos desafios propostos pelo
departamento.

04 – Solicitar verbas para a compra de materiais para a classe dos
adolescentes cada trimestre.
05 – Divulgar as trimestrais da Associação e participar com os professores.
06 – Após as trimestrais, reunir toda a equipe e começar o preparo de
materiais para o trimestre seguinte.
07 – Visitar a classe dos adolescentes, verificando a necessidade de alguma
orientação.
08 – Substituir um professor, caso necessário.
09 – Planejar e realizar junto com sua equipe os programas especiais: Dia
das Mães, Dia dos Pais, Dia do Adolescente, 13º sábado…
10 – Participar, junto com sua equipe, dos programas promovidos pela
igreja: 10 Dias de Oração e 10 Horas de Jejum e Oração, Semana Santa,
Impacto Esperança, Classes Bíblicas, Pequenos Grupos (Rede), etc.
11 – Planejar e realizar junto com sua equipe os projetos promovidos pelo
Departamento: i9 teen Missão, Estudo Bíblico Apoca… O quê?, Tá na Bíblia,
etc.
12 – Realizar reuniões periódicas para avaliar a equipe.
13 – Promover o Encontro de adolescentes da AES.
14 – Visitar seus professores;
15 – Estimular seus professores a estudarem a lição de adultos e
participarem da classe de professores da igreja.
16 – Revisar os cartões de chamada: verificar se há alunos faltosos e pedir
aos professores que façam visitas.
17 – Enviar um relatório mensal das atividades realizadas para a secretaria
de sua igreja.
18 – Tirar fotos de todas as ações realizadas e encaminhá-las para o
Departamento através do Whatsapp ou e-mail.

Facebook Comments Box
×

Sejam Bem-Vindos!

Sejam Bem Vindos ao Nosso Portal Adventista de Baixo Guandu/ES. Estamos a Disposição 24 Horas.

× Fale Conosco 24 horas!