Dia do Amigo – 20 de Julho 2020

O Dia do Amigo, celebrado a 20 de julho, foi primeiramente adotado em Buenos Aires, na Argentina, com o Decreto nº 235/79, sendo que foi gradualmente adotado em outras partes do mundo. A data foi criada pelo argentino Enrique Ernesto Febbraro. Com a chegada do homem à lua, em 20 de julho de 1969, ele enviou cerca de quatro mil cartas para diversos países e idiomas com o intuito de instituir o Dia do Amigo. Febbraro considerava a chegada do homem a lua “um feito que demonstra que se o homem se unir com seus semelhantes, não há objetivos impossíveis”.
O que diz a Bíblia
O Senhor Jesus Cristo nos deu a definição de um verdadeiro amigo: “Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos. Vós sois meus amigos, se fazeis o que eu vos mando. Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho dado a conhecer” (João 15:13-15). Jesus é o exemplo puro de um verdadeiro amigo, pois Ele deu a sua vida por seus “amigos”. Além disso, qualquer um pode tornar-se Seu amigo por confiar nEle como o seu salvador pessoal, nascendo de novo e recebendo nova vida nEle.
Há um exemplo de verdadeira amizade entre Davi e Jônatas, filho de Saul, que, apesar do seu pai perseguir e tentar matar Davi, permaneceu ao lado do seu amigo. Você pode achar essa história em 1 Samuel, do capítulo 18 até o capítulo 20. Algumas passagens pertinentes são 1 Samuel 18:1-4; 19: 4-7; 20:11-17, 41-42.
Provérbios é uma outra boa fonte de sabedoria a respeito de amigos. “Em todo tempo ama o amigo, e na angústia se faz o irmão” (Provérbios 17:17). “O homem que tem muitos amigos sai perdendo; mas há amigo mais chegado do que um irmão” (Provérbios 18:24). A questão aqui é que, para ter um amigo, é preciso ser um amigo. “Leais são as feridas feitas pelo que ama, porém os beijos de quem odeia são enganosos” (Provérbios 27:6). “Como o ferro com o ferro se afia, assim, o homem, ao seu amigo” (Provérbios 27:17).
O princípio da amizade também é encontrado em Amós. “Andarão dois juntos, se não houver entre eles acordo?” (Amós 3:3). Os amigos compartilham os mesmos interesses. Um amigo é alguém em quem se pode ter total confiança. Um amigo é alguém com quem se compartilha respeito mútuo, não com base em mérito, mas com base em uma semelhança de espírito.
Finalmente, a verdadeira definição de um amigo de verdade vem do apóstolo Paulo: “Dificilmente, alguém morreria por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém se anime a morrer. Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores” (Romanos 5:7-8). “Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos” (João 15:13). Essa sim é a verdadeira amizade!
O que diz Ellen G. White
Os mais notáveis sábios e filósofos da antiguidade glorificaram a amizade, chegando Cícero a equipará-la à sabedoria. Mas vejamos o que Ellen G. White sabiamente nos diz sobre a verdadeira amizade:
“O calor da verdadeira amizade, o amor que liga coração a coração, é um antegozo das alegrias do Céu”. (A Ciência do Bom Viver, p. 360)
“É natural buscar companheirismo. Todos encontrarão companheiros ou os farão. E exatamente na medida da força da amizade, será o grau de influência exercida pelos amigos uns nos outros, para bem ou para mal. Todos terão amigos, e influenciarão e serão influenciados”. (Conselhos Sobre Saúde, p. 414)
“Sob a educação e disciplina do Espírito Santo, os filhos de Deus amam uns aos outros verdadeira e sinceramente, sem afetação – ‘sem parcialidade e sem hipocrisia’ (Tg 3:17). E isto porque o coração se acha ligado pelo amor a Jesus. Nossa afeição um pelo outro brota de nossa relação comum com Deus. Somos uma família, amamo-nos uns aos outros como Ele nos amou. Quando comparada com essa afeição genuína, santificada, disciplinada, a superficial cortesia do mundo, a inexpressiva manifestação de efusiva amizade, são como a palha em comparação com o trigo”. (O Cuidado de Deus, p. 24)
“Podem as circunstâncias separar-nos de nossos amigos; o vasto e turbulento oceano pode rolar entre nós e eles. Embora prevaleça ainda sua sincera amizade, talvez sejam incapazes de demonstrá-la fazendo por nós aquilo que com gratidão haveríamos de receber. Mas circunstância alguma, nenhuma distância pode separar-nos do Consolador celestial”. (O Cuidado de Deus, p. 148)
“Cristo nunca fez paz mediante qualquer coisa como a transigência. O coração dos servos de Deus transbordará de amor e simpatia pelos errantes, como nos é apresentado na parábola da ovelha perdida; não terá, porém, palavras suaves para o pecado. Mostram a mais verdadeira amizade os que reprovam o erro e o pecado sem parcialidade e sem hipocrisia”. (Evangelismo, p. 368)
“Podemos mostrar mil pequenas atenções em palavras de amizade e olhares de bondade, o que se refletirá de novo sobre nós. Cristãos indiferentes manifestam por sua negligência de outros que não estão em união com Cristo. É impossível estar em união com Cristo e ainda ser desconsiderados para com outros e negligentes de seus direitos”. (Lar Adventista, p. 428)
“Pois bem, recusarão os cristãos professos associar-se aos não-convertidos, procurando não ter qualquer comunicação com eles? Não; devem estar com eles, no mundo e não do mundo, mas não participar de seus caminhos, nem ser impressionados por eles, e não ter o coração aberto para seus costumes e práticas. Suas relações de amizade devem ter o propósito de atrair outros para Cristo”. (Mensagens Escolhidas, vol. 3, p. 231)
“Sentimentos de desassossego e de saudade ou solidão podem ser-vos benéficos. Vosso Pai celeste pretende ensinar-vos a encontrar nEle a amizade e o amor e consolação que satisfarão vossas mais ferventes esperanças e desejos. Vossa única segurança e felicidade está em fazer de Cristo vosso constante Conselheiro. Podeis ser felizes nEle ainda que não tenhais nenhum outro amigo no vasto mundo”. (Nossa Alta Vocação – Meditações Matinais, 1962, p. 257)

Jesus: modelo de amigo e de amizade

“O maior exemplo de amizade é o demonstrado pelo nosso amigo Jesus. Durante o pouco tempo em que esteve neste mundo foi o melhor amigo que alguém poderia ter. Um amigo de verdade.”

O maior exemplo de amizade é o demonstrado pelo nosso amigo Jesus. Durante o pouco tempo em que esteve neste mundo foi o melhor amigo que alguém poderia ter.

Um amigo de verdade. Quem não tem, sente falta, gostaria de ter pelo menos um. Quem tem apenas um, gostaria de ter outros. Porque faz bem ao coração e vale mais que qualquer outra coisa. Porém, para ter um é preciso ser um. Mas como?

Ele era uma pessoa agradável: Apreciava a natureza, chorava com os tristes, ria com os alegres, tinha um grande senso de humor e todos apreciavam sua companhia.

Ele estava sempre disponível: Jesus era uma pessoa extremamente aberta, qualquer um se sentia à vontade ao seu lado. Ele jamais diria “estou cansado ou ocupado”, ou ainda, “converso com você mais tarde”. A qualquer hora do dia ou da noite era possível falar com Jesus.

Ele não fazia diferença entre as pessoas: Jesus procurava ser amigo de todos. Ele ministrou indiscriminadamente aos ricos, pobres, homens, mulheres, crianças, enfermos e pecadores de todos os tipos.

Ele aceitava os outros do jeito que eles eram: Mesmo sendo amigo desse tipo de pessoas, Ele não procurava modificá-las, mas aceitá-las e as respeitava como elas eram, porque sabia que para transformá-las não adiantava apontar seus defeitos, nem censurar as coisas erradas que elas faziam.

Não conseguimos modificar as pessoas por ação direta. É apenas por reação que elas mudam. Se você for diferente, seus amigos se tornarão diferentes sem que você precise dizer-lhes que precisam mudar. A convivência torna as pessoas parecidas. Por isso, Jesus simplesmente mantinha-Se diferente e, assim, estimulava Seus amigos a serem como Ele.

Ele acreditava nas pessoas: Jesus não via seus amigos como eles realmente eram, cheios de defeitos. Mas imaginava sempre o que eles poderiam vir a ser com a ajuda de Deus, se quisessem. Goethe nos diz que: Se você tratar uma pessoa como ela é, ela se tornará pior, mas se a tratar como se ela fosse o que deveria ser, ela se tornará melhor, transformar-se-á no que realmente deveria ser

Ele não deixava ninguém na mão: Jesus tinha soluções para todos os problemas, respostas para todas as perguntas. Quando alguém precisava de Sua ajuda, podia contar com Ele. Não tinha medo de coisa alguma. Nem da morte. Estava sempre pronto para defender e apoiar Seus amigos. Sempre os ajudava, mas não fazia o que eles próprios poderiam fazer por si mesmos. Não estimulava a superdependência.

Ele sabia guardar segredos: Tinha conhecimento dos mais variados tipos de pecados, os mais gravíssimos lhe eram confessados, mas Ele não os comentava com ninguém. Era uma pessoa em quem realmente se podia (e pode!) confiar. E essa é a qualidade mais valorizada em um amigo. Quando alguém partilha uma informação pessoal com um colega e descobre que ele a passou adiante, perde totalmente a confiança nele e a amizade se desfaz. Por isso Jesus jamais divulgou um segredo, nem mesmo revelou previamente o que Judas Iscariotes faria! Ainda assim ele o considerou amigo até o fim.

Fonte: Biblia.com.br

Facebook Comments

sobre baixoguandu

Avatar
É um grande privilégio de elaboração do site PORTAL ADVENTISTA DE BAIXO GUANDU/ES, no dia 18 de Setembro 2014 para a divulgação aqui na cidade local, regional e em todos os Países. Nosso Objetivo é divulgarmos os programas, materiais entre outros que se realizam na Igreja Adventista do Sétimo Dia, em prol do Evangelho Eterno, assim diz o Senhor: “ Breve Jesus Cristo Voltará” Apocalipse 22:1-21. Portanto não será então em benefício próprio, sim a necessidade desse divulgação nessa cidade que todos se entregam sua vida a Jesus Cristo, nosso Salvador. Att: Thiago Amaral de Oliveira - Baixo Guandu/ES.

Além disso, verifique!

Dia do Pastor Adventista – 24 de Outubro 2020

SER PASTOR A natureza do que os pastores e suas famílias realizam é ímpar. Deus …

×

Portal Adventista de Baixo Guandu/ES

Seja Bem-Vindos (as). Conheça os Materiais e Conteúdos da Igreja Local e Mundial.

× Atendimento Online!