Os Dez Mandamentos | 3º Mandamento

Tomar o nome de Deus em vão, significa proferí-lo sem a devida reverência, honra ou respeito. Significa destituir o nome de Deus da sua santidade, veneração e estima. Originalmente a escrita do nome do Senhor é “YHWH”, ou seja, um nome que não se consegue pronunciar, o que nos mostra por essência que não deve ser dito à toa.
Quando o nome de Deus era escrito nos tempos bíblicos, a reverência era tão grande, que naquele momento a pena era trocada por outra de “ouro”. Outro fato interessante é que na ocasião que o nome iria ser pronunciado, fazia-se um pequeno momento de silêncio, identificando que a ausência de som denotava que ali haveria de ser dito “Deus”.
Diferente de hoje, no passado as pessoas eram conhecidas apenas por seus primeiros nomes sem a presença do segundo, por exemplo: Jesus não tinha sobrenome, era apenas conhecido como “Jesus, filho de José”; o apóstolo Tiago como “Tiago, filho de Zebedeu” e assim por diante.
Portanto, o nome sempre estava ligado intimamente com o parentesco do pai. Quando alguém cometia algum ato alvo de comentário fosse bom ou ruim, certamente era lembrado assim: “Ahhh, foi fulano FILHO DE ciclano que fez tal coisa…”. A honra ou desonra do pai ficava alicerçada fortemente nos atos cometidos pelo filho.
A Bíblia diz que todos que aceitam a Cristo, recebem o direito de serem chamados de “Filhos de Deus” (João 1:12). Sendo assim, se você está nesta condição, possui muito mais que uma família humana, mas também foi adotado como parte de uma família celestial, e tem como Pai, o Deus Eterno.
Como filhos que amam seus pais, tenho certeza que qualquer pessoa que ouse falar mal, xingar ou maltratar seu pai ou também sua mãe, sofrerá no mínimo desprezo seu, pois como eu, não admitimos que nossos pais sejam alvo de qualquer dano por parte de outros. No entanto, como é comum nós mesmos falarmos o nome do nosso Pai Celestial com displicência, em momentos de brincadeira, de “intimidade”, em piadas: “Ó meu Deus!” ; “Ó Senhor!”; “Ó Deus!” . Outros ganham um pisão no pé e como iam falar um palavrão, decidem colocar o nome de Deus no lugar!
Muitos outros com facilidade “juram por Deus” por qualquer coisa, mesmo que estejam mentindo! Outro exemplo são as muitas músicas populares, onde o nome de Deus é tratado com futilidade e desprezo e mesmo assim cantarolamos nos esquecendo que estamos zombando da nossa própria família.
O nome de Deus também é dito em vão quando se justificam assassinatos, guerras, ataques terroristas e tudo aquilo que Deus desabona em Seu nome. Posso pedir: “pelo amor de Deus”, não posso ter este filho agora, é melhor você “tirar”! – Acabo de inserir o Nome sagrado em uma atitude que nada tem que ver com o caráter de Deus. Outro caso que me chamou a atenção, foi o da atriz pornográfica que durante uma entrevista em horário nobre, exclamou o seguinte quando lhe perguntaram sobre seu sucesso: “Este ano foi maravilhoso, Deus têm me abençoado muito!” – Certamente ela não faz a mínima idéia da tamanha bobagem que disse.
Talvez hoje a maneira mais comum de vermos este mandamento ser transgredido, são por pessoas que mais deveriam observá-lo: os líderes religiosos! Quando um suposto “representante” de Cristo acaba preso por “lavagem de dinheiro”, “evasão de divisas”, “falsidade ideológica” e etc, ele está confirmando o que Deus já sabia: “Eu não me preocupo com o Seu nome Senhor”!
Que eu e você possamos nos lembrar todos os dias de honrar e respeitar o nome do nosso Pai e que possamos ser vistos e lembrados como fiéis e legítimos FILHOS DE DEUS.
REFLEXÃO: “Quanto ao Todo-Poderoso, não o podemos compreender; grande é em poder e justiça e pleno de retidão; a ninguém, pois, oprimirá” (Jó 37:23)
Facebook Comments Box

sobre Portal Adventista Baixo Guandu

Avatar
"É um grande privilégio de elaboração do site PORTAL ADVENTISTA DE BAIXO GUANDU/ES, no dia 18 de Setembro 2014 para a divulgação aqui na cidade local, regional e em todos os Países. Nosso Objetivo é divulgarmos os programas, materiais entre outros que se realizam na Igreja Adventista do Sétimo Dia, em prol do Evangelho Eterno, assim diz o Senhor: “ Breve Jesus Cristo Voltará” Apocalipse 22:1-21. Portanto não será então em benefício próprio, sim a necessidade desse divulgação nessa cidade que todos se entregam sua vida a Jesus Cristo, nosso Salvador. Att: Thiago Amaral de Oliveira - Baixo Guandu/ES."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

14 + dezoito =

×

Sejam Bem-Vindos!

Sejam Bem Vindos ao Nosso Portal Adventista de Baixo Guandu/ES. Estamos a Disposição 24 Horas.

× Fale Conosco 24 horas!