PROJETO MANÁ. Maná, cada dia, cada um, cada manhã, alimento para a vida.

PROJETO MANÁ Maná, cada dia, cada um, cada manhã, alimento para a vida. Faça com que esse propósito seja uma realidade em sua igreja! Dicas para a implantação com êxito do Projeto Maná em sua igreja:

1. Nomeie alguém que seja responsável pelo projeto em sua igreja. Essa pessoa cuidará de promover, enfatizar e divulgar no boletim da igreja o projeto Maná.

2. Use os vídeos e materiais preparados para esta ocasião: Português Espanhol

3. No cartão de chamada, existe uma meta a cumprir, que é a assinatura da totalidade dos membros.

Promova todos os primeiros sábados de cada trimestre como o Dia do Compromisso. Esse é o momento solene no qual se assina o compromisso com o estudo diário, que está na contracapa da lição da Escola Sabatina.

Informações importantes para o trimestre: Datas especiais do trimestre que devem ser promovidas.

  • Impacto Esperança Início do Ciclo do Discipulado
  • Ministério Pessoal e Escola Sabatina Ministério Pessoal e Escola Sabatina
  • Projeto Esperança Viva Ministério da Saúde
  • Sábado da Criança e Dia do Aventureiro Ministério da Criança e Aventureiros
  • Dia do Batismo Mundial Ministério Pessoal
  • Sábado da Mulher Missionária Ministério da Mulher
  • Dia do Ancião Área pastoral DIA DO COMPROMISSO PROMOVA, DIVULGUE E FAÇA EM SUA IGREJA!

O professor alimenta. Se os professores da Escola Sabatina sentissem o amor que deveriam sentir por esses cordeiros do rebanho, muitos mais seriam ganhos para o redil de Cristo (CES, p. 76). 5. O professor é um protetor João 21:16. A importância do papel do professor na Escola Sabatina 1. Duplas Missionárias. Juntamente com o diretor missionário da igreja, organize todos os membros em duplas missionárias. No início, forme duplas de oração. Depois, lance o desafio de dar estudos bíblicos. Para isso, é necessário um programa de capacitação. 2. Classes Bíblicas. Organize uma classe bíblica para os convidados (Fase 1 do Ciclo do Discipulado). Muitos deles resultam do projeto de evangelismo da Semana Santa. 3. Filiais da Escola Sabatina. Desafie determinadas unidades a trabalhar como filiais da Escola Sabatina, para plantar igrejas. 4. Dia do Amigo. Desafie os membros a trazer convidados para a igreja. Pessoas que vêm à igreja têm maiores possibilidades de dar os próximos passos. 5. Solidariedade. Desafie as Unidades de Ação a ter ações permanentes de solidariedade. 6. Ciclo do Discipulado. Organize em sua Escola Sabatina o Ciclo do Discipulado nas três fases: Fase 1 – curso bíblico; Fase 2 – confirmação (para recém batizados); Fase 3 – capacitação. Esta fase é para preparar os novos crentes a fim de que cumpram a missão. O Ciclo do Discipulado na Escola Sabatina O que é o Ciclo do Discipulado? A palavra de origem latina discipulatus significa conjunto dos alunos de uma escola; aprendizado; estado de quem é discípulo. Discipulado no sentido bíblico: aprender a viver como Jesus viveu adquirindo comportamentos que Jesus teve.

Buscando passagens bíblicas para auxiliar a compreensão do sentido bíblico do discipulado, poderíamos citar a passagem de Mateus 28:19-20: Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações […], que nos responde de forma clara e concisa o que devemos entender como discipulado. Mateus esclarece o mandamento de Jesus, que é evangelizar, batizar e ensinar a observar. Esse ensinar a observar é o que chamamos de discipulado. Em grego, aparecem quatro verbos, mas só um vem na forma imperativa: Fazei discípulos. Essa passagem de Mateus é o ponto nevrálgico do empenho de todo seguidor de Jesus Cristo. Lendo os informativos das igrejas, notamos sempre o chamamento dos seus líderes aos seguidores de Jesus para se empenharem no cuidado do tesouro recebido, no momento da adesão à proposta de Jesus. Muitos recebem uma imensidão de dons e bênçãos, mas depois fraquejam na hora de ser discípulos, na hora do discipulado. Como funciona o Ciclo do Discipulado na Escola Sabatina? I. Existem três fases: Fase 1: Conversão, para não batizados; Fase 2: Confirmação, para recém batizados; Fase 3: Capacitação, para completar o preparo dos recém-batizados. II. Materiais: Fase 1: Curso Bíblico; Fase 2: Confirmação, curso especial para confirmação; Fase 3: Capacitação, curso especial para capacitação. III. Quem participa: Fase 1: Conversão, para não batizados; Fase 2: Confirmação, para recém-batizados; Fase 3: Capacitação, para completar o preparo dos recém batizados. IV. Quanto tempo: Fase 1: De três a cinco meses; Fase 2: Três meses; Fase 3: Três meses.

Momento e lugar: Deve ser realizado no momento da Escola Sabatina e em um lugar especialmente preparado para esse grupo de pessoas. (de 2 a 15 pessoas). VI. Responsável: A comissão da Escola Sabatina deve escolher pessoas que têm o perfil para o discipulado. Elas não apenas devem saber passar a lição, mas devem conduzir as pessoas a uma grande transformação, através da aquisição de hábitos espirituais, missionários e de vida em comunidade. O sucesso do projeto em três aspectos: 1. Escolha adequada do líder; 2. Capacitação dos professores das três fases do discipulado; 3. Lugar adequado para desenvolver a classe. Alguns membros já batizados que não passaram pelo processo de confirmação poderão ser convidados a participar do Ciclo do Discipulado, principalmente das fases dois e três. Termômetro da Escola Sabatina.

O propósito do Termômetro da Escola Sabatina é medir a temperatura da igreja, considerando a grande missão que ela tem a cumprir: Fazer discípulos através de comunhão, relacionamento e missão. Dicas para usar o termômetro: 1. Deve ser apresentado no primeiro sábado de cada mês para avaliar o mês que findou. 2. Deve-se fazer uma média geral dos quatro sábados do mês, sempre relacionada com o número de membros da igreja. Eis um exemplo, de acordo com o número de pessoas que estudam a lição diariamente: Quantidade de membros 100 1º sábado estudaram diariamente: 15 pessoas. 2º sábado estudaram diariamente: 20 pessoas. 3º sábado estudaram diariamente: 12 pessoas. 4º sábado estudaram diariamente: 25 pessoas. Somam-se os quatro sábados, o que dará um total de 72. Depois, divide-se por quatro representando os quatro sábados cujo resultado é 18. Essa é a média do estudo diário, que equivale a 18% dos 100 membros. Definindo o percentual pela regra de três: Multiplica-se por 100 a média do número de membros que estudaram diariamente a lição durante todo o mês (18 membros) e divide-se pelo total de membros da igreja (18 X 100 = divididos por 100 membros). Nesse exemplo, o resultado é 18%.

 

 

Facebook Comments Box

sobre Portal Adventista Baixo Guandu

"É um grande privilégio de elaboração do site PORTAL ADVENTISTA DE BAIXO GUANDU/ES, no dia 18 de Setembro 2014 para a divulgação aqui na cidade local, regional e em todos os Países. Nosso Objetivo é divulgarmos os programas, materiais entre outros que se realizam na Igreja Adventista do Sétimo Dia, em prol do Evangelho Eterno, assim diz o Senhor: “ Breve Jesus Cristo Voltará” Apocalipse 22:1-21. Portanto não será então em benefício próprio, sim a necessidade desse divulgação nessa cidade que todos se entregam sua vida a Jesus Cristo, nosso Salvador. Att: Thiago Amaral de Oliveira - Baixo Guandu/ES."

Além disso, verifique!

Cartaz para crianças e adolescentes | Projeto Maná 2021

Arquivo compactado em formato PDF do cartaz para crianças e adolescentes do Projeto Maná 2021. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + 14 =

×

Sejam Bem-Vindos!

Sejam Bem Vindos ao Nosso Portal Adventista de Baixo Guandu/ES. Estamos a Disposição 24 Horas.

× Fale Conosco 24 horas!