Início / ASSOCIAÇÃO ESPIRITO SANTENSE - AES / Sermonário Mensal: Março 2020 – A Observância do Sábado

Sermonário Mensal: Março 2020 – A Observância do Sábado

INTRODUÇÃO

A Bíblia ordena a observância do sábado como dia de guarda, separado para uso sagrado, como um memorial da criação bem como da redenção. O sábado é um dia de especial comunhão e adoração a Deus. E, mais do que isso, a Bíblia declara ainda que o sábado é um sinal de santificação entre Deus e Seu povo: – Ezeq. 20:12 e 20 Portanto, para vivermos em perfeita comunhão com Deus, é necessário que observe- mos devidamente o sábado; não um dia entre sete apenas, mas o sábado, pois a Bíblia é especifica ao afirmar que “o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus” (Êxo. 20:10), e o próprio Cristo declarou que o sábado é o dia do Senhor (Mar. 2:28). Mas como devemos guardar o sábado: O que implica a observância do sábado?

I. O PERÍODO DO SÁBADO

A. Os Dias da Semana da Criação

a) O relato da Criação, em Gênesis cap. 1, apresenta cada um dos 6 dias que antecederam o sábado, como iniciando pela parte escura e terminando com a parte clara: – Gên. 1: 5, 8, 13, etc. – “tarde (= noite) e manhã (= dia)”

b) E no sétimo dia da semana da Criação Deus descansou: – Gên. 2: 1-3.

B. O Período do Sábado

a) À semelhança dos dias da semana da criação, o sábado deve ser celebrado “duma tarde a outra tarde”: – Lev. 23:32

b) E a Bíblia é ainda mais explícita ao identificar a expressão “’tarde” com o “pôr- do-sol”: – Deut. 16: 6 (cf. Marcos 1:32)

c) Portanto o sábado inicia ao pôr-do-sol de 6º feira, e termina ao pôr-do-sol de sábado.

II. A PREPARAÇÃO PARA O SÁBADO

A. “O Dia da Preparação”

a) Tanto no Velho como no Novo Testamento, o dia que antecede o sábado, isto é, a 6a feira, é considerado “o dia da preparação” para o sábado: – Marcos 15:42 (cf. Luc. 23:54).

B. A Preparação para o Sábado a) Dos israelitas o Senhor requereu que na 6a feira provessem os alimentos para o sábado: – Êxodo 16:22-26.

b) Igualmente de nós é requerido preparativos especiais para o sábado: • Para não nos atrasarmos na sexta-feira, “durante toda a semana nos cumpre ter em mente o sábado e fazer a preparação indispensável, a fim de observado conforme o mandamento.” (Testemunhos Seletos, vol. 3, p. 20)

• “Embora a preparação para o sábado deve prosseguir durante toda a semana, a sexta-feira é o dia por excelência da preparação.” (Idem, p. 21)
• “Na sexta-feira deverá ficar terminada a preparação para o sábado. Tende o cuidado de pôr toda a roupa em ordem e deixar cozido o que houver para cozer. Escovai os sapatos e tomai vosso banho. É possível deixar tudo preparado, se se tomar isto como regra. O sábado não deve ser empregado em consertar roupas, cozer o alimento, nem em divertimentos ou quaisquer outras, ocupações mundanas. Antes do pôr-do-sol, ponde de parte todo trabalho secular, e fazei desaparecer os jornais profanos. Explicai aos filhos esse vosso procedimento e induzi-os a ajudarem na preparação, a fim de observar o sábado segundo o mandamento.” (Idem, p. 22)
• Também “os patrões deverão conceder aos empregados. . .tempo para a preparação, a fim de poderem saudar o dia do senhor com sossego de espírito. Assim procedendo não sofrerão nenhum prejuízo, nem mesmo quanto às coisas temporais.” (Idem, p. 22).

C. O Início do Sábado em Família

a) “Antes do pôr-do-sol, todos os membros da família devem reunir-se para estudar a Palavra de Deus cantar e orar… “Devemos tomar disposições especiais para que cada membro da família possa estar preparado para honrar o dia que Deus abençoou e santificou.” (Idem, p. 23)

b) “No culto familiar, tomem parte também as crianças, cada qual com sua Bíblia, lendo dela um ou dois versículos. Cantese então um hino preferido, seguido de oração… Em singela petição, contai ao Senhor as vossas necessidades e exprimi gratidão por Sua mercês. Deste modo saudareis a Jesus como hóspede bem-vindo em vosso lar e coração. Em família convém evitar orações longas e sobre assuntos remotos. Essas orações enfadam, em vez de constituírem um privilégio e uma bênção. Fazei da hora da oração um momento deleitável e interessante.” (Idem, p. 24).

III. A OBSERVÂNCIA DO SÁBADO

A. As Atividades do Sábado

a) “Não deveis perder as preciosas horas do sábado, levantando-vos tarde. No sábado a família deve levantar-se cedo. Despertando tarde, é fácil atrapalhar-se com a refeição matinal e a preparação para a escola sabatina.” (Testemunhos Seletos, vol. 2, p. 23)

b) “Todos devem ter um traje especial para assistir aos cultos de sábado… Devemos vestir-nos com asseio e elegância, posto que sem luxo e sem adornos. Os filhos de Deus devem estar limpos interior e exteriormente.” (Idem, p. 22).

c) Durante o culto na igreja, tanto quanto possível, toda a família deve sentar-se junta; os pais ensinando a seus filhos a serem reverentes na casa de Deus. É interessante que os próprios filhos, se já souberem escrever, tomem nota dos textos e das principais idéias do sermão, para recapitularem em casa.

d) “Muitos chefes de família têm por costume criticar em casa o culto, aprovando umas coisas e condenando outras. . . . Se durante o culto divino o pregador comete algum erro, guardai vos de vos referir a ele. Falai apenas das coisas boas que fez, das excelentes idéias que apresentou, e que deveis aceitar como vindas de um instrumento de Deus.” (Testemunhos Seletos, vol. 2, pp. 199-200)

e) “Embora deva a gente abster-se de cozinhar aos sábados, não é necessário ingerir a comida fria. Em dias frios, convém aquecer o alimento preparando no dia anterior. As refeições, posto que simples, devem ser apetitosas e atraentes. Trate-se de arranjar qualquer prato especial, que a família não costuma comer todos os dias.” (Testemunhos Seletos, vol. 3, p. 24).

f) No sábado à tarde, “quando faz bom tempo, deverão os pais sair com os filhos a passeio pelos campas e matas. Em meio às belas coisas da natureza, expliquem-lhes a razão da instituição do sábado. Descrevam-lhes a grande obra da criação de Deus. Contem-lhes que a Terra, quando Ele a fez, era bela e sem pecado. …Fazei- lhes notar, também, que, apesar da maldição do pecado, a Terra ainda revela a bondade divina. As campinas verdejantes, as árvores altaneiras, o alegre Sol, as nuvens, o orvalho, o silêncio solene da noite, a magnificência do céu estre- lado, a beleza da Lua, dão testemunho do Criador. . . . Falai-lhes do plano da salvação… Repeti-lhes a doce história de Belém. Apresentai-lhes como Jesus foi filho obediente aos pais. …De quando em quando, lede-lhes as interessantes histórias contidas na Bíblia. Perguntai-lhes acerca do que aprenderam na escola sabatina, e estudai com eles a lição do sábado seguinte.” (Idem, pp. 24-25).

g) “Ao pôr-do-sol, elevai a voz em oração e cânticos de louvor a Deus, celebrando o findar do sábado e pedindo a assistência do Senhor para os cuidados da nova Semana.” (Testemunhos Seletos, vol. 3, p. 25).

C. O Sábado Não é um Dia de Inatividade

O sábado não se destina à inatividade, ociosidade ou a dormir.

a) “A obra no Céu não cessa nunca, e o homem não deve descansar de fazer bem. O sábado não se destina a ser um período de inútil inatividade. A lei proíbe trabalho secular no dia de repouso do Senhor. . . mas como Deus cessou Seu labor de criar e repousou ao sábado, e o abençoou, assim deve o homem deixar as ocupações da vida diária, e devotar essas sagradas horas a um saudável repouso, ao culto e a boas obras.”
(O Desejado de Todas as Nações, p. 207).

b) “Ninguém se deve sentir na liberdade de gastar tempo santo inutilmente. Desagrada a Deus que os observadores do sábado durmam durante muito tempo no sábado. Eles desonram a seu Criador em assim fazer e, por seu exemplo, dizem que os seis dias são demasiado preciosos para que os empreguem para descansar. Precisam ganhar dinheiro, mesmo que seja roubando-se do necessário sono, que recuperam dormindo durante as horas santas.” (Testemunhos Seletos,
vol. 1, pp. 291-292).

c) “Devemos observar cuidadosamente os limites do sábado. Lembrai-vos de que cada minuto é tempo sagrado.” (Idem, vol. 3, p. 22).

IV. CONDIÇÕES PARA A VERDADEIRA OBSERVÂNCIA DO SÁBADO

Entre outros aspectos, o Espírito de Profecia menciona duas condições indispensáveis para que observemos o sábado genuinamente:

1o) “Não devemos observer o sábado simplesmente como objeto de lei. Devemos compreender suas relações espirituais com todos os negócios da vida.” (Testimonies, vol. 6, p. 353; cf. 3TS, 20). 2o) “Mas a fim de santificar o sábado, os homens precisam ser eles próprios santos. Devem, pela fé, tornar-se participantes da justiça de Cristo. Quando foi dado a Israel o mandamento: ‘Lembra-te do dia do sábado, para o santificar’ (Êxodo 20:8), o Senhor lhes disse também: “ser-Me-eis homens santos!” Êxo. 22:31.” (O Desejado de Todas as Nações, p. 283)

CONCLUSÃO

Na verdade, a ordem divina ao Seu povo é: – Ezeq. 20: 20 “O sábado é o sinal do companheirismo existente entre Deus e o Seu povo… “(Testimonies, vo1. 8, p. 198).

APELO

Quero convidá-lo a renovar seu compromisso com a guarda do sábado até o dia em que guardaremos esse santo dia na eternidade. Se esse é seu desejo coloque-se de pé e vamos orar.

Pr. Alberto R. Timm

Diretor associado do White Estate

Associação Geral

Facebook Comments

sobre baixoguandu

É um grande privilégio de elaboração do site PORTAL ADVENTISTA DE BAIXO GUANDU/ES, no dia 18 de Setembro 2014 para a divulgação aqui na cidade local, regional e em todos os Países. Nosso Objetivo é divulgarmos os programas, materiais entre outros que se realizam na Igreja Adventista do Sétimo Dia, em prol do Evangelho Eterno, assim diz o Senhor: “ Breve Jesus Cristo Voltará” Apocalipse 22:1-21. Portanto não será então em benefício próprio, sim a necessidade desse divulgação nessa cidade que todos se entregam sua vida a Jesus Cristo, nosso Salvador. Att: Thiago Amaral de Oliveira - Baixo Guandu/ES.

Além disso, verifique!

Live com Hiram Kalbermatter – Presidente/USEB

Facebook Comments

Deixe uma resposta

×

Portal Adventista de Baixo Guandu/ES

Seja Bem-Vindos (as) ao Portal Adventista de Baixo Guandu/ES. Conheça os Materiais e Conteúdos da Igreja Local e Mundial.

× Atendimento Online!