Um Pastoreio Compartilhado

Não é difícil perceber um nível crescente de insatisfação à nossa volta. Talvez eu esteja falando
para alguém que em algum aspecto da vida enfrente um tipo de chateação. Vivemos um mercado que
explora angústias, vendendo livros, cursos e coaching na promessa de solucionar e indicar o caminho da
felicidade. Não é proposta aqui construir qualquer crítica a materiais ou movimentos que busquem resolver
a questão, mas o fato torna evidente que convivemos com uma explosão de descontentamento. O Brasil
se destaca entre os países latino-americanos, com 58% de pessoas “insatisfeitas com sua vida atual” (Grupo
Consumoteca, 2020).
Claro que não estamos falando de algo novo, apenas e infelizmente de uma situação cada dia mais complexa.
Consigo imaginar o olhar de Cristo passando pelas multidões de hoje com o mesmo sentimento, “grande
compaixão delas, porque andavam cansadas e desgarradas, como ovelhas que não têm pastor.” (Mateus
9:36). Nesta ocasião o Mestre dos mestres, Pastor dos pastores, apresenta uma problemática: “A seara é
realmente grande, mas poucos os ceifeiros.” (Mateus 9:37). Perceba que, em outras palavras, a questão é que
existem mais pessoas para serem pastoreadas do que pessoas para pastorear, ou seja, o clamor é por mais
trabalhadores.
Jesus olhou para Pedro e por três vezes repetiu a pergunta “tu Me amas?” (João: 21:15 a 17). Sabemos que esta
insistência está ligada a uma necessidade de Pedro.

“Quando, pela terceira vez, Cristo perguntou a Pedro: “Tu Me amas?” a sonda
alcançou o íntimo da alma. Julgado por si mesmo, Pedro caiu sobre a Rocha,
dizendo: “Senhor, Tu sabes todas as coisas, Tu sabes que eu te amo.” João 21:17.”
(Vidas que Falam, 324).

Este é um momento marcante, pois vemos alguém que negou o Salvador percebendo em seus olhos não
apenas a oportunidade de restauração, mas o privilégio de continuar servindo em Sua causa. O Mestre
ensinou aos discípulos muitas lições, mas esta é uma das minhas favoritas, ou seja, a importância de
pastorear. Ele se aproximou do amargurado Pedro, o visitou em sua necessidade levando paz ao seu coração.
Pessoas como Pedro não são difíceis de encontrar, e estes indivíduos que carregam angústias, em muitos
casos entre as quatro paredes do coração, precisam ser colocadas diante do Salvador. Não creio que seja
obra do acaso o desfecho desta conversa: “Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo. Jesus disse-lhe:
Apascenta as minhas ovelhas.” (João 21:17).
Diante disso, tomo a liberdade de fazer dois convites:
O primeiro é para você que tem alguma aflição no coração, e quem sabe isso pese ao ponto de te fazer
imaginar-se perdido. Se este é seu caso, quero te lembrar que a mesma obra realizada na vida de Pedro
encontra-se disponível para você. Ele pode e deseja te perdoar e te dar a paz.
O segundo convite é para todos nós que recebemos esta maravilhosa salvação. Uma das maneiras de
respondermos ao perdão de Deus, em demonstração de nosso amor por Ele é apascentando suas ovelhas. Te
convido a multiplicarmos esta ação, sendo instrumentos de Jesus a levar paz para corações aflitos. Quando
assim o fazemos, ou seja, cuidando uns dos outros, somos reconhecidos como discípulos do maior Pastor.
(João 13:35).

“Deus pede não somente nossa beneficência, mas um semblante satisfeito, palavras
de esperança, e um aperto de mão. Ao visitar os aflitos do Senhor, encontraremos
alguns a quem a esperança já abandonou; levemos a eles de volta os seus raios.
Outros há que carecem do pão da vida; leiamos para eles a Palavra de Deus. Há em
outros uma enfermidade que bálsamo algum terrestre pode amenizar, nenhum
médico pode curar; oremos por esses e os levemos a Jesus.” — Testimonies for the
Church 6:262, 268, 277 / CI 291.2

A visitação pastoral é um dos principais movimentos na União Sudeste Brasileira. Através desta obra
encontramos bênçãos no coração da pessoa visitada e do que visitou. Contamos com você Mordomo
de Deus, não apenas na prática da visitação, mas também estimulando outros líderes a abraçarem este
pastoreio compartilhado. Que as benções do Senhor continuem sobre você e sua igreja!

Pr. Thiarlles Boeker Portes
Mordomia Cristã USeB


1. 06/08 às 19h30 – Live sobre Visitação Pastoral

Para alcançarmos juntos o objetivo pretendido neste dia, seguem alguns direcionamentos importantes:

• Avise os líderes de sua igreja, mobilize para que todos estejam presentes no lugar definido pelo pastor distrital para acompanhar a LIVE.

• Será uma transmissão ao vivo, então prepare-se para enviar fotos de seu grupo. Vamos interagir com as várias regiões neste encontro virtual.

• Auxilie o pastor a dividir os líderes em duplas, usando o melhor critério para a igreja, que pode ser inclusive por afinidade (ou mesmo utilizar as duplas já existentes).

• Com a ajuda da Secretaria da igreja, prepare uma lista de visitação para este encontro. Entregue para cada dupla de sua igreja dois ou três nomes de famílias a serem visitadas. Os novos conversos são prioridade nesta lista, e a visita, como será evidenciado no dia de treinamento, é de caráter pastoral. Ela também será uma oportunidade de se consolidar o convite para a Semana de Reavivamento.

2. 07 a 13/08 – Semana “D” de Visitação

Dicas importantes para os que participarão deste pastoreio compartilhado:

• É importante realizar logo no início da semana um contato com as famílias selecionadas, e combinarem o melhor dia e horário para receberam a visita.

• Lembramos que este não será um movimento apenas para Diretores de Mordomia, toda a liderança será convidada a participar. Será uma semana de visitação, e nosso sonho é que todos estejam envolvidos, seja visitando ou recebendo visitas. O objetivo não é que poucos visitem muitos, mas que muitos vivenciem as bênçãos da visitação, independente de ser o que pratica ou recebe, e percebam juntos que isso deve fazer parte da família cristã continuamente.

3. 14 a 21/08 – Semana de Reavivamento Espiritual

A Semana de Reavivamento Espiritual ocorrerá na sequência da Semana “D” de Visitação. Será uma linda celebração. Muitos estarão lá motivados pelas visitas que receberam, impulsionados pelas orações feitas em seus lares. Serão dias em que os corações estarão abertos para decisões serem tomadas. Este movimento promoverá a oportunidade para Deus trabalhar na vida de muitos de nossos irmãos.

Facebook Comments Box

sobre Portal Adventista Baixo Guandu

"É um grande privilégio de elaboração do site PORTAL ADVENTISTA DE BAIXO GUANDU/ES, no dia 18 de Setembro 2014 para a divulgação aqui na cidade local, regional e em todos os Países. Nosso Objetivo é divulgarmos os programas, materiais entre outros que se realizam na Igreja Adventista do Sétimo Dia, em prol do Evangelho Eterno, assim diz o Senhor: “ Breve Jesus Cristo Voltará” Apocalipse 22:1-21. Portanto não será então em benefício próprio, sim a necessidade desse divulgação nessa cidade que todos se entregam sua vida a Jesus Cristo, nosso Salvador. Att: Thiago Amaral de Oliveira - Baixo Guandu/ES."

Além disso, verifique!

A Escolha Mais Desejável – Pr. Marcos Bomfim – 20/08/2021

Facebook Comments Box

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 2 =

×

Sejam Bem-Vindos!

Sejam Bem Vindos ao Nosso Portal Adventista de Baixo Guandu/ES. Estamos a Disposição 24 Horas.

× Fale Conosco 24 horas!